Tóquio 2020: seleção feminina de futebol do Japão iniciará revezamento da tocha

Arquivado em: Destaque do Dia, Esportes, Esportes Olímpicos, Futebol, Últimas Notícias
Publicado terça-feira, 17 de dezembro de 2019 as 13:58, por: CdB

Integrantes da seleção do Japão que venceu a Copa do Mundo de Futebol Feminino de 2011 iniciarão a etapa japonesa do revezamento da tocha olímpica da Tóquio 2020.

Por Redação, com Reuters – de Tóquio

Integrantes da seleção do Japão que venceu a Copa do Mundo de Futebol Feminino de 2011 iniciarão a etapa japonesa do revezamento da tocha olímpica da Tóquio 2020, informaram organizadores nesta terça-feira.

Yuki Nagasato (à esquerda) e Kozue Ando comemoram vitória da Copa do Mundo, em Frankfurt
Yuki Nagasato (à esquerda) e Kozue Ando comemoram vitória da Copa do Mundo, em Frankfurt

Mais detalhes da rota foram revelados, assim como as cerca de 10 mil pessoas que portarão a chama olímpica através das 47 regiões administrativas do Japão antes da cerimônia de abertura da Olimpíada em julho.

A “Nadeshiko” ocupa um lugar especial nos corações dos japoneses porque seu triunfo no Mundial da Alemanha ocorreu meses depois da devastação de um tsunami seguido de terremoto em 2011.

Organizadores

Como Tóquio 2020 está sendo alardeada pelos organizadores como a “Olimpíada da reconstrução”, e o revezamento da tocha começa em Fukushima, principal cenário da tragédia, a escolha do técnico Norio Sasaki e suas jogadoras para a partida da tocha no dia 26 de março causou pouca surpresa.

– Logo no início, quando ouvi que seria a primeira corredora e portadora da tocha, fiquei muito, muito surpresa – disse a meia-atacante Kozue Ando, que joga no Urawa Reds.

“Mas estando com todas as outras integrantes vencedoras da Copa do Mundo, poderemos fazer algo juntas, então estou ansiosa por isso.” O revezamento deve passar por muitos dos locais mais emblemáticos do Japão durante o percurso de 121 dias, entre eles o Monte Fuji, o Parque do Memorial da Paz de Hiroshima e o Castelo Kumamoto.

Conforme a tradição, a chama olímpica deve ser acesa na Grécia em 12 de março, chegando ao Japão na base aérea de Matsushima, na região administrativa de Miyagi, oito dias depois.

Após uma turnê de cinco dias pelas áreas mais afetadas pelo desastre de 2011, o revezamento da tocha começará no Vilarejo J de Fukushima.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *