Torcedores do Lazio de Roma idolatram Mussolini e o fascismo

Arquivado em: Destaque do Dia, Esportes, Futebol, Últimas Notícias
Publicado quarta-feira, 24 de abril de 2019 as 12:49, por: CdB

O episódio aconteceu na Praça Loreto, símbolo da Resistência italiana por ter sido o local onde o corpo de Mussolini foi exposto de cabeça para baixo após sua execução, em 1945.

Por Redação, com ANSA Reuters – de Milão/Berlim

Um grupo de torcedores organizados da Lazio estendeu uma faixa que faz apologia a Benito Mussolini em Milão, nesta quarta-feira, véspera do Aniversário da Libertação da Itália do regime nazifascista.

Um grupo de torcedores organizados da Lazio estendeu uma faixa que faz apologia a Benito Mussolini em Milão

Por volta de 14h (horário local), cerca de 50 torcedores abriram uma faixa com os dizeres “Honra a Benito Mussolini” e a assinatura “Irr”, abreviação de “Irriducibili”, nome da principal e mais agressiva torcida organizada da Lazio.

O episódio aconteceu na Praça Loreto, símbolo da Resistência italiana por ter sido o local onde o corpo de Mussolini foi exposto de cabeça para baixo após sua execução, em 1945.

– É uma coisa alucinante. Pedimos às autoridades que identifiquem os responsáveis. As organizações neofascistas têm de ser dissolvidas – disse o presidente do diretório de Milão da Associação Nacional dos Partisans Italianos (Anpi), Roberto Cenati.

Os torcedores também entoaram coros fascistas e fizeram a “saudação romana”, gesto que virou símbolo do regime de Mussolini. A Lazio enfrentrou o Milan nesta quarta-feira pela partida de volta das semifinais da Copa da Itália.

Leipzig elimina Hamburgo

O RB Leipzig superou na terça-feira com facilidade o Hamburgo, da segunda divisão, por 3 a 1 fora de casa, e chegou à final da Copa da Alemanha pela primeira vez em sua curta história.

O Leipzig, formado pela fabricante de energéticos Red Bull há 10 anos como um clube de quinta divisão, enfrentará agora o vencedor da semifinal de quarta-feira, entre Bayern de Munique e Werder Bremen, em busca de seu primeiro grande título.

Yussuf Poulsen colocou os visitantes à frente no placar logo aos 12 minutos do primeiro tempo, mas uma finalização ousada de Bakery Jatta de fora da área pegou o goleiro Peter Gulacsi desprevenido e empatou para os mandantes.

Entretanto, o Hamburgo, rebaixado no ano passado e lutando para voltar à elite do Campeonato Alemão na próxima temporada, estava em ritmo mais lento que seu adversário.

Assim, o Leipzig, que acertou a trave três vezes, voltou à liderança aos oito minutos do segundo tempo, em um gol contra de Vasilije Janjicic, e sacramentou sua vaga na final aos 27, com tento de Emil Forsberg.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *