Tráfego de veículos é normal nas rodovias de São Paulo

Arquivado em: Brasil, Destaque do Dia, São Paulo, Últimas Notícias
Publicado quarta-feira, 2 de janeiro de 2019 as 10:44, por: CdB

Segundo a Ecovias, que administra o sistema Anchieta-Imigrantes, houve congestionamento na Rodovia dos Imigrantes, sentido São Paulo, do km 70 ao km 58, por excesso de veículos, e lentidão entre os kms 21 e 14.

Por Redação, com ABr – de São Paulo

O tráfego de veículos foi normal nas rodovias paulistas na manhã desta quarta-feira, com exceção para quem está no litoral sul paulista e deseja voltar para a capital.

O tráfego de veículos foi normal nas rodovias paulistas na manhã desta quarta-feira

Segundo a Ecovias, que administra o sistema Anchieta-Imigrantes, houve congestionamento na Rodovia dos Imigrantes, sentido São Paulo, do km 70 ao km 58, por excesso de veículos, e lentidão entre os kms 21 e 14. Na Anchieta, ainda tiveram pontos de congestionamento, mas houve lentidão entre os kms 37 e 40, sentido litoral. Na Rodovia Padre Manoel da Nóbrega, sentido capital, também houve congestionamento de 12km, entre os kms 292 e 280.

Desde o dia 27 de dezembro, mais de 621 mil veículos desceram a Serra em direção à Baixada Santista, informou a Ecovias. No sentido São Paulo, a concessionária registrou a passagem de mais de 310 mil veículos. Mais de 1,6 mil veículos desceram a Serra e 5,8 mil subiram.

Na Rodovia Fernão Dias, que liga São Paulo a Minas Gerais, tráfego foi normal no sentido São Paulo. Também é normal na Dutra, que liga São Paulo ao Rio de Janeiro.

Nos sistemas Anhanguera-Bandeirantes e Castello Branco-Raposo Tavares, o tráfego foi normal. Houve apenas um pequeno ponto de lentidão na Castello Branco, próximo à cidade de Itu, sentido capital, devido acidente. No sistema Ayrton Senna e Carvalho Pinto, a Ecopistas informa que o movimento também foi tranquilo na manhã desta quarta-feira.

A Artesp estivamava que 2,8 milhões de veículos deveriam circular pelas rodovias de acesso e de saída da região metropolitana de São Paulo no feriado prolongado de Ano- Novo (entre sexta-feira, 28 de dezembro, e esta quarta).

Guarulhos decreta emergência

A prefeitura de Guarulhos, município da Grande São Paulo, decretou no dia 31 de dezembro situação de emergência por deslocamento de parte do corpo do aterro sanitário da cidade, que ocorreu na noite da última sexta-feira e suspendeu as atividades no local.

O objetivo de se decretar emergência, segundo o município, é a adoção de medidas preventivas para amenizar a situação de risco ao meio ambiente

O objetivo de se decretar emergência, segundo o município, é a adoção de medidas preventivas para amenizar a situação de risco ao meio ambiente, além da manutenção da correta destinação dos resíduos coletados.

Dessa forma, todas as empresas que operam aterros sanitários no município ficam obrigadas a assegurar prioridade de atendimento aos serviços públicos essenciais, motivado pelo interesse público.

Apesar do incidente, a coleta de lixo em Guarulhos está normalizada, dentro da programação de final de ano, informou a prefeitura, ressaltando que problemas isolados e pontuais ainda podem acontecer. No dia 28 do mês passado, a coleta chegou a ser prejudicada, com atraso na prestação do serviço em alguns locais.

Após chamado da Prefeitura, a Companhia Ambiental do Estado de São Paulo solicitou que fossem tomadas medidas protetivas, que já tiveram início na área do aterro, como providenciar um sistema de contenção para minimizar eventuais riscos.

No dia 29 o prefeito Gustavo Henric Costa, conhecido como Guti, acompanhado dos secretários de Meio Ambiente, Abdo Mazloum, e de Serviços Públicos, Edmilson Americano, foi ao aterro vistoriar o local. No dia 30, uma reunião realizada no Paço Municipal definiu as medidas para proteger a área do aterro em relação ao sistema de contenção.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *