Mais de três meses preso e Lula segue em alta no conceito do eleitor

Arquivado em: Brasil, Últimas Notícias
Publicado quarta-feira, 15 de agosto de 2018 as 14:45, por: CdB

Em um cenário sem Lula, o candidato Bolsonaro lidera as intenções de voto para as eleições de outubro com 23,9% de preferência do eleitorado.

 

Por Redação – de São Paulo

 

O mais recente levantamento do Instituto Paraná Pesquisas, divulgado nesta quarta-feira, revela que o fato de o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva estar preso há mais de 150 dias, na Superintendência da Polícia Federal de Curitiba, em nada influenciou na opinião dos brasileiros. Ao contrário. Ao longo desse período, Lula subiu no conceito do eleitor.

Luiz Inácio Lula da Silva é líder absoluto nas pesquisas de opinião

O quadro de preferências do eleitorado permanece inerte, sem alteração alguma desde a pesquisa de 31 de julho do Instituto Paraná Pesquisas: Lula segue na liderança absoluta, com 30,8% (29% em 31 julho); Jair Bolsonaro (PSL) tem 22% (21,8% na anterior), Marina Silva (Rede), com 8,1% (9,2%); Alckmin (PSDB), estacionado em 6,6% (6,2%) e Ciro Gomes, com 5,9% (6%).

Os demais candidatos têm 1% ou menos que isso. Uma novidade na pesquisa: 64,1% acreditam que a candidatura de Lula será impugnada, 30,4% dizem que ele “conseguirá ser candidato” e 5,5% não sabem ou não opinaram.

Haddad

Em um cenário sem Lula, o candidato Bolsonaro lidera as intenções de voto para as eleições de outubro com 23,9% de preferência do eleitorado. Na pesquisa sem Lula e em que o ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad aparece como nome do PT, Marina Silva (Rede) é a segunda colocada com 13,2% de apoio, em empate técnico com Ciro Gomes (PDT), que registra 10,2% de apoio.

Geraldo Alckmin (PSDB) vem a seguir com 8,5%, à frente de Alvaro Dias (Podemos), com 4,9%, e de Haddad, que registra 3,8%. Nesse cenário, 6,8% dos entrevistados disseram não saber em quem votar, e 23,1% disseram que não votariam em nenhum dos candidatos.
Em levantamento de julho do mesmo instituto, Bolsonaro tinha 23,6 de apoio; Marina aparecia com 14,4%; Ciro com 10,7%; Alckmin com 7,8%; Dias com 5,0% e Haddad com 2,8%.

Segundo o Paraná Pesquisas, os levantamentos de julho e agosto não podem ser comparados diretamente pois a pesquisa anterior incluía pré-candidatos cujas candidaturas não se confirmaram e que não constam da pesquisa deste mês. O levantamento do Paraná Pesquisas, divulgado nesta quarta-feira, entrevistou 2.002 eleitores entre os dias 9 e 13 de agosto em 168 municípios dos 26 Estados e no Distrito Federal. A margem de erro estimada do levantamento é de aproximadamente 2,0 pontos percentuais, de acordo com o instituto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *