Trump chuta seu vira-lata sarnento

Arquivado em: Opinião, Últimas Notícias
Publicado sexta-feira, 3 de abril de 2020 as 09:53, por: CdB

Donald Trump prepara-se para chutar outra vez Bolsonaro, seu vira-lata sarnento. Ele já fala em suspender os voos do Brasil aos EUA para conter o coronavírus. “O Brasil não tinha problema até há pouco tempo. Agora os números estão subindo e, sim, estamos considerando um veto de viagens”, afirmou o ídolo do “capetão”.

Por Altamiro Borges – de São Paulo

Se Ernesto Araújo, o “chanceler idiota”, segundo definição da Band, não fosse tão servil ao império, o Brasil é que deveria vetar voos dos EUA. Afinal, a insanidade de Trump transformou o país no epicentro da propagação do coronavírus. Já se fala na hipótese de mais de 100 mil mortes nos EUA.

Donald Trump prepara-se para chutar outra vez Bolsonaro
Donald Trump prepara-se para chutar outra vez Bolsonaro

Até o diário inglês Financial Times, considerado uma bíblia da cloaca burguesa internacional, já prevê o fim próximo do insano presidente do Brasil. O veículo estampou no título: “As palhaçadas de Bolsonaro durante surto de vírus põem em risco seu futuro político”.

No mesmo rumo, a agência de notícias France Presse realça o crescente isolamento político do “capetão”. Já o britânico The Guardian registra que Bolsonaro é ignorado pelos governadores e aponta que ele, Donald Trump e Boris Johnson, três demagogos da ultradireita, “parecem confusos” diante da atual crise.

Não dá para acreditar no “capetão”. Em pronunciamento na TV na terça-feira, ele até pareceu humilde. Admitiu, sem pedir desculpas, que o coronavírus não é uma “gripezinha” e pediu união nacional. Pouco horas depois, “Bolsonaro compartilha vídeo com críticas a governadores após discurso ameno”, relatou o UOL

Bolsonaro “chorou”

A Folha até especulou que Bolsonaro “chorou” para interlocutores e pediu ajuda aos generais, especialmente ao cúmplice Villas Bôas. Se confirmada, a cena mostra apenas seu isolamento e desespero. Mas o “capetão” segue sendo um fascista maluco, que não recuará na sua conduta genocida.

Veneno da revista Veja: “De um integrante da ala militar do Planalto, há pouco, depois da divulgação de que Carlos Bolsonaro vai ter sala para despachar na Presidência durante a crise do coronavírus. ‘O palácio agora vai ganhar brinquedoteca?’”. Os generais não gostam muito do Carluxo!

Enquanto Bolsonaro se isola e traz para Brasília o pitbull Carluxo, seu filhote 02, ministros somem e provam a sua mediocridade. O rentista Paulo Guedes e o justiceiro Sergio Moro, os dois esteios do laranjal, mostram “ampla, total e acachapante incompetência”, registra o blogueiro Luis Nassif.

Antes da crise do coronavírus e das medidas de isolamento social, o desemprego já estava em alta. Dados divulgados na terça-feira pelo IBGE mostram que a taxa cresceu no trimestre móvel de dezembro, janeiro e fevereiro, vitimando 11,6% da PEA. A pandemia e a inépcia do laranjal só vão ampliar esse drama.

Em carta ao Banco Central e ao Ministério da Economia, grandes varejistas acusam os bancos de promover um “aumento expressivo das taxas” de juros em meio à crise do coronavírus. Cadê o Paulo Guedes, o serviçal dos banqueiros? Cadê o Sergio Moro, o justiceiro do laranjal?

Altamiro Borges, é jornalista.

As opiniões aqui expostas não representam necessariamente a opinião do Correio do Brasil