Trump diz que covid-19 ‘é o que é’ e está sob controle nos EUA

Arquivado em: América do Norte, Destaque do Dia, Mundo, Últimas Notícias
Publicado terça-feira, 4 de agosto de 2020 as 13:39, por: CdB

O presidente Donald Trump disse que o surto de coronavírus está o mais controlado possível nos Estados Unidos, onde pelo menos 155 mil pessoas morreram em meio a uma resposta irregular à crise de saúde pública que não conseguiu conter um aumento de casos.

Por Redação, com Reuters – de Washington

O presidente Donald Trump disse que o surto de coronavírus está o mais controlado possível nos Estados Unidos, onde pelo menos 155 mil pessoas morreram em meio a uma resposta irregular à crise de saúde pública que não conseguiu conter um aumento de casos.

Donald Trump
Donald Trump

O líder republicano continuou pressionando as escolas do país a reabrirem, por meio de uma publicação no Twitter durante a noite, e defendeu a resposta de seu governo ao vírus em uma entrevista ao site de notícias Axios, divulgada na noite de segunda-feira.

– Estão morrendo, é verdade – disse ele. “É o que é. Mas isso não significa que não estamos fazendo tudo o que podemos. Está sob controle, tanto quanto você pode controlá-lo. Esta é uma praga horrível.”

Os casos de coronavírus continuam aumentando no país e dezenas de Estados dos EUA tiveram que suspender ou reverter seus planos de reabertura. A coordenadora da força-tarefa de coronavírus da Casa Branca, dra. Debordah Birx, afirmou no domingo que o vírus estava “extraordinariamente disseminado” nas áreas rurais assim como nas cidades.

Número de casos

Com as mortes atingindo um recorde de 1 mil por dia no país, Trump pressionou encarar as mortes em proporção do número de casos, e não em proporção à população, na qual os Estados Unidos se saem pior do que outras nações ocidentais.

Na entrevista do Axios, Trump novamente insistiu que o aumento do teste de diagnóstico nos Estados Unidos foi responsável pelo aumento de casos, uma afirmação contestada por especialistas em saúde que dizem que o teste expandido representa parte, mas não o total, do crescimento de casos.

Especialistas em saúde também consideram a testagem como uma ferramenta fundamental no combate à propagação da doença, que foi detectada em pelo menos 4,6 milhões de pessoas nos Estados Unidos até sábado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *