Trump espera que EUA e China cheguem a um acordo comercial

Arquivado em: Negócios, Últimas Notícias
Publicado terça-feira, 24 de setembro de 2019 as 13:03, por: CdB

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, criticou uma ladainha do que chamou de “políticas comerciais desleais” da China.

Por Redação, com Reuters – de Nova York

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, criticou duramente as práticas comerciais da China nesta terça-feira em um discurso na Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas (ONU), no qual também disse esperar que as duas potências econômicas possam chegar a um acordo para encerrar sua disputa comercial.

Trump criticou uma ladainha do que chamou de “políticas comerciais desleais” da China

Trump criticou uma ladainha do que chamou de “políticas comerciais desleais” da China.

– (A China) adotou um modelo econômico dependente de enormes barreiras de mercado, pesados subsídios estatais, manipulação cambial… transferências forçadas de tecnologia e roubo de propriedade intelectual, além de segredos comerciais em grande escala – afirmou.

– No que diz respeito à América (EUA), esses dias acabaram – completou.

Política monetária chinesa

A China não tem pressa em seguir outros países em relação a afrouxar significativamente sua política monetária, mas tem amplas opções para ajudar a conter a desaceleração econômica, disse o presidente do banco central chinês nesta terça-feira, mantendo uma abordagem cautelosa sobre estimular a economia.

Apesar de uma série de medidas de crescimento desde o ano passado, a segunda maior economia do mundo ainda não se estabilizou, já que a guerra comercial sino-americana não mostra sinais de fim. Analistas esperam que o crescimento possa esfriar ainda mais neste trimestre, ante uma mínima em quase 30 anos de 6,2% atingida no trimestre entre abril e junho.