Trump lança página oficial na web para ficar em contato com seus simpatizantes

Arquivado em: Destaque do Dia, Internet, Redes Sociais, Tecnologia, Últimas Notícias
Publicado terça-feira, 30 de março de 2021 as 10:57, por: CdB

Donald Trump, ex-presidente dos EUA, e sua esposa, Melania Trump, lançaram um site na web para seguirem em contato com seus simpatizantes e coordenarem futuras aparições públicas, informou a Fox News.

Por Redação, com Sputnik – de Washington

Donald Trump, ex-presidente dos EUA, e sua esposa, Melania Trump, lançaram um site na web para seguirem em contato com seus simpatizantes e coordenarem futuras aparições públicas, informou a Fox News.

Donald Trump, ex-presidente dos EUA, e sua esposa, Melania Trump, lançaram um site na web

O site 45office.com “permitirá às pessoas enviarem correspondência, solicitarem agendas e consultarem a imprensa”, ressaltaram os representantes do ex-presidente.

Adicionalmente, esclareceram que “o presidente e a senhora Trump se sentem continuamente fortalecidos pelo espírito permanente do povo norte-americano, e esperam continuar em contato”.

“Homens e mulheres norte-americanos esquecidos não foram mais esquecidos porque finalmente tivemos um presidente que pôs os Estados Unidos em primeiro lugar (…). O presidente Trump sabe que enquanto permanecermos fiéis a nossos cidadãos, ao nosso país e ao nosso deus, então melhores dias para os EUA chegarão”, declara uma das sessões do site.

Redes sociais

Anteriormente, Jason Miller, um dos assessores de Trump, assegurou, em entrevista ao Fox News, que o ex-chefe regressará às redes sociais nos próximos meses com sua própria plataforma que “redefinirá completamente o jogo”, atraindo “dezenas de milhões de pessoas”.

Donald Trump foi suspenso permanentemente do Twitter após a invasão do Capitólio por trumpistas em 6 de janeiro de 2021. A rede social justificou sua decisão, alegando “risco de uma maior incitação à violência”. Pouco depois, outras redes sociais, como Facebook, Instagram, Snapchat e Twitch também eliminaram de forma indefinida as contas do então presidente.