Tucanos trabalharão pela aprovação das reformas no Parlamento, diz Rebelo

Arquivado em: Arquivo CDB
Publicado quinta-feira, 15 de maio de 2003 as 16:47, por: CdB

O líder do governo no Congresso Nacional, deputado Aldo Rebelo (PCdoB-SP), deixou, na tarde desta quinta-feira, a residência do presidente da Câmara, onde participou de almoço entre o presidente Luiz Inácio Lula da Silva e a bancada do PSDB, dizendo-se convencido de que os tucanos trabalharão pela aprovação das reformas previdenciária e tributária no Parlamento.

Rebelo lembrou que o governo respeita a oposição feita pelo partido ao governo federal, mas mostrou, no almoço desta quinta-feira, que quer compartilhar com todos a responsabilidade pelas mudanças no país.

– É evidente que respeitamos o PSDB como partido de oposição, mas, ao mesmo tempo, reivindicamos a co-responsabilidade entre governo, Executivo, Legislativo, Judiciário e os partidos pelas reformas, que são necessárias, não para o presidente nem para o governo, mas para o país voltar a crescer, gerar renda e emprego -, disse.

Sobre a possibilidade das diferenças internas existentes no PT em torno das reformas virem a prejudicar a unidade do Congresso em torno das propostas, Rebelo lembrou que o governo já deu provas, durante a aprovação do Artigo 192 da Constituição Federal, da coesão da base aliada.

– Temos a mais absoluta convicção de que os partidos da base do governo, todos eles, encontrarão a unidade, a coesão e a disciplina para apoiar e aprovar as reformas propostas pelo presidente -, afirmou.