Turista chinês é morto esfaqueado durante assalto no Rio

Arquivado em: Destaque do Dia, Polícia, Rio de Janeiro, Últimas Notícias
Publicado quinta-feira, 29 de agosto de 2019 as 14:51, por: CdB

De acordo com a polícia, os chineses foram esfaqueados por usuários de crack que estava na região.

Por Redação, com agências de notícias – do Rio de Janeiro

O turista chinês Chen Cangyang morreu e outro ficou ferido durante um assalto na praia de Ipanema, na Zona Sul do Rio de Janeiro, na madrugada desta quinta-feira.

Turista chinês é morto a facadas durante assalto em Ipanema

O crime aconteceu na altura do posto 9. Um suspeito foi preso por agentes do programa Ipanema Presente e conduzido à 14ª DP (Leblon).

Liu Yue foi internado no Hospital Miguel Couto, na Gávea, e durante a manhã foi transferido para a Clínica São Vicente, na Gávea. Ainda não há informações sobre o estado de saúde da vítima.

De acordo com a polícia, os chineses foram esfaqueados por usuários de crack que estava na região. Por volta das 12h, o suspeito prestou depoimento.

Em nota, a assessoria de imprensa da Secretaria de Estado de Polícia Militar informou que o 23º BPM (Leblon) utiliza dados da mancha criminal para implementar o policiamento e que policiais da unidade, em conjunto com policiais da 14ªDP, fazem buscas na região para localizar os autores do crime.

Crime

Agentes da 57ªDP (Nilópolis) realizaram, nesta quinta-feira, dois cumprimentos de mandados de prisão.

O primeiro foi contra Anderson Vander Da Silva Jaques pelo cometimento do crime de roubo. Contra o homem havia cinco mandados de prisão pendentes.

A segunda captura foi de Leonardo Almeida de Oliveira pelo crime de Sequestro e Cárcere Privado. Leonardo já era investigado pelo cometimento do crime de ameaça, e foi descoberto que o mesmo estava domiciliado em São Paulo.

Após diligências, o homem foi até à delegacia para prestar depoimento sobre o crime então investigado. Assim que chegou à Delegacia foi cumprido seu mandado de prisão que estava pendente.

Miliciano

A Delegacia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas e Inquéritos Especiais (DRACO) prendeu na quarta-feira, Leonardo Villar Gomez, conhecido como Pitbul, com base em investigações sigilosas.

Leonardo foi localizado em uma casa, no bairro de Jacarepaguá, e é apontado como uma das lideranças da milícia que atua na região da Covanca, no mesmo bairro. Contra o miliciano havia um mandado de prisão preventiva pelos de crimes de organização criminosa e roubo majorado.

Pitbul é considerado homem de confiança dos milicianos conhecidos como Playboy e Japão. Ele também liderou a invasão e a tomada da comunidade da Covanca antes dominada por uma facção criminosa.

A DRACO segue realizando outras diligências sob sigilo para capturar milicianos que atuam nessa região da Zona Oeste.

Mandado de prisão

Policiais da Divisão de Capturas e Polícia Interestadual (DC Polinter) realizaram, na quarta-feira, dois cumprimentos de mandado de prisão.

O primeiro foi em desfavor de José Francisco Costa de Oliveira, 32 anos, contra o qual havia mandado de prisão por sentença penal condenatória , expedido pela vara de execuções penais da comarca da Capital, pelo crime de roubo tentado. O homem foi capturado na Gávea.

A segunda prisão foi em desfavor de Renato Marcos da Silva Gonçalves , de 32 anos, pelo crime de roubo. Renato foi capturado em Nova Iguaçu. O mandado de prisão por sentença penal condenatória , expedido pela 2ª vara criminal do Foro Regional de Madureira.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *