Turquia deve assumir controle total sobre bases militares cedidas aos EUA

Arquivado em: América do Norte, Destaque do Dia, Mundo, Últimas Notícias
Publicado domingo, 2 de maio de 2021 as 10:48, por: CdB

Manifestantes turcos tomaram as ruas de Istambul, Ancara, Adana e outras cidades para protestar contra o fato de Joen Biden ter considerado os acontecimentos de 1915 genocídio armênio.

Por Redação, com Sputnik – de Ancara

Manifestantes turcos tomaram as ruas de Istambul, Ancara, Adana e outras cidades para protestar contra o fato de Joen Biden ter considerado os acontecimentos de 1915 genocídio armênio.

Turquia deve assumir controle total sobre bases militares cedidas aos EUA, afirma observador

Os manifestantes exortaram as autoridades turcas a pôr fim à utilização pelos militares dos EUA da base aérea de Incirlik e da estação de radar de Kurecik, no sul da Turquia.

– Penso que chegou o momento de recuperar as bases cedidas pela Turquia à OTAN e aos EUA, principalmente as de Incirlik e Kurecik, e nacionalizá-las no pleno sentido da palavra – disse Ceyhun Bozkurt, comentarista político turco e autor de vários estudos sobre as relações turco-americanas.

De acordo com ele, a Turquia tem enfrentado grandes problemas e tensões nas relações com os EUA. Bozkurt destaca que Washington assumiu abertamente uma posição anti-turca quanto a uma série de questões-chave, começando com o embargo contra a Turquia e terminando com o apoio americano a golpes militares.

– Já é tempo de construir um relacionamento mais independente com os EUA e a OTAN. Neste contexto, eu defendo (…) estabelecer as relações entre a Turquia e OTAN a um nível diplomático independente, deixando de serem relações superior-subordinado para serem relações equitativas de Estados independentes.

Base Aérea da Força Aérea dos EUA

Atualmente, a base de Incirlik hospeda a 39ª Ala da Base Aérea da Força Aérea dos EUA, incluindo cerca de 1.500 soldados americanos, aviões de combate A-10 Thunderbolt II, caças F-15 e F-16, bem como aeronaves de reabastecimento. Ocasionalmente, a mídia relata sobre a implantação na base de Incirlik de aeronaves equipadas com o Sistema Aéreo de Alerta e Controle (AWACS, na sigla em inglês).

Além do mais, há relatos de que 50 bombas termonucleares do tipo B61-12 também estão nesta base aérea turca.

– De acordo com fontes de mídia estrangeira, na base existe um certo número de ogivas nucleares táticas dos EUA, no entanto, devido à falta de dados precisos e confirmação de fontes oficiais, esta informação é amplamente encarada como rumores’ – salientou Bozkurt.

– A base de Incirlik foi utilizada pelos EUA para vários fins durante as operações no Oriente Médio, incluindo a retirada de cidadãos americanos durante a guerra árabe-israelense e a Revolução Islâmica no Irã. Durante a primeira operação no golfo Pérsico, a partir da base de Incirlik foi fornecido apoio aéreo aos militares americanos no norte do Iraque – destacou o comentarista político.

Tudo somado, a base desempenha um papel ativo na implantação das missões da OTAN, observa Bozkurt, sustentando que a Turquia deve assumir o controle total das instalações militares.