UE não poderá oferecer adiamento longo para o Brexit, diz ministro britânico

Arquivado em: Destaque do Dia, Europa, Mundo, Últimas Notícias
Publicado domingo, 3 de março de 2019 as 12:00, por: CdB

Fox disse que ainda era “inteiramente possível” que o Reino Unido deixe o bloco como programado em 29 de março, mas uma extensão ao Artigo 50 para negociar o período pode ser necessária para garantir uma saída tranquila do bloco.  

Por Redação, com Reuters – de Londres

Não é possível que a União Europeia ofereça ao Reino Unido um longo delay para o Brexit por conta das próximas eleições europeias, disse o ministro do comércio britânico, Liam Fox, neste domingo.

UE não poderá oferecer adiamento longo para o Brexit, diz ministro do Reino Unido

Fox disse que ainda era “inteiramente possível” que o Reino Unido deixe o bloco como programado em 29 de março, mas uma extensão ao Artigo 50 para negociar o período pode ser necessária para garantir uma saída tranquila do bloco.

A primeira ministra Theresa May afirmou que qualquer extensão não deve ir além do final de junho.

Perguntado sobre como reagiria caso a EU insistisse em um atraso mais longo de que 21 meses ou dois anos, Fox disse à BBC TV: “Eu ficaria em choque, porque eu acho que esse não é um desfecho possível. A União Europeia não quer que o Reino Unido dispute as eleições europeias”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *