Uefa define árbitros para finais de Champions e Liga Europa

Arquivado em: Destaque do Dia, Esportes, Futebol, Últimas Notícias
Publicado segunda-feira, 7 de maio de 2018 as 14:29, por: CdB

Árbitro da final da Copa das Confederações do ano passado entre Alemanha e Chile, Mazic será auxiliado em Kiev pelos compatriotas Milovan Ristic e Dalibor Djurdjevic

Por Redação, com EFE – de Londres:

O árbitro sérvio Milorad Mazic apitará a final da Liga dos Campeões entre Real Madrid e Liverpool no dia 26 deste mês, em Kiev, já o holandês Bjorn Kuipers ficará encarregado de comandar a decisão da Liga Europa entre Olympique de Marselha e Atlético de Madrid no dia 16, em Lyon, conforme anunciou nesta segunda-feira o Comitê de Arbitragem da Uefa.

Milorad Mazic

Mazic, de 45 anos, apita jogos internacionais desde 2009 e estará também na Copa do Mundo deste ano; depois de ter participado de cinco partidas da Liga dos Campeões; nenhuma com os clubes finalistas, e duas da Liga Europa nesta temporada.

Árbitro da final da Copa das Confederações do ano passado entre Alemanha; e Chile, Mazic será auxiliado em Kiev pelos compatriotas Milovan Ristic e Dalibor Djurdjevic.

O Real Madrid

O Real Madrid já foi campeão com Mazic em campo. Em 2016, o clube conquistou o título da Supercopa da Uefa ao vencer o Sevilla por 3 a 2 em Trondheim, na Noruega.

Bjorn Kuipers, o escolhido para apitar a final da Liga Europa, tem 45 anos e fará a segunda participação em uma decisão do torneio. A primeira foi em 2013, quando o Chelsea venceu o Benfica por 2 a 1 em Amsterdã.

Foi sob a arbitragem do holandês que a seleção brasileira venceu a da Espanha por 3 a 0 na final da Copa das Confederações do mesmo ano, no estádio do Maracanã.

Em Lyon, Kuipers será auxiliado pelos compatriotas Sander van Roekel e Erwin Zeinstra.

Panathinaikos evita rebaixamento

O Panathinaikos, um dos clubes mais tradicionais da Grécia; conseguiu evitar no último momento o rebaixamento para a segunda divisão do Campeonato Grego ao pagar uma dívida de aproximadamente 500 mil euros; com o jogador alemão Jens Wemmer.

O lateral-direito assinou um contrato de três anos com o clube ateniense em maio de 2015. Em julho de 2017, deixou o clube e entrou com um recurso ao tribunal esportivo da Federação de Futebol Grego; para reivindicar o pagamento de salários atrasados.

O tribunal deu a razão a Wemmer e estabeleceu prazos para o clube para liquidar as dívidas com o alemão. Após descumprir a obrigação nos dois primeiros prazos impostos; o Panathinaikos foi punido com a perda de seis pontos no Campeonato Grego, três para cada data em que não pagaram.

Nesta segunda-feira vencia o terceiro e último prazo para o pagamento a Wemmer. Caso o Panathinaikos não cumprisse o; que foi determinado; perderia outros três pontos e, segundo as regras do torneio; o clube seria automaticamente condenado ao rebaixamento.

Único clube grego a ter disputado uma final da Liga dos Campeões – em 1971; quando perdeu por 2 a 0 para o Ajax; o Panathinaikos enfrenta nos últimos anos graves problemas financeiros que o deixaram perto da falência.

Dívidas

Além das dívidas com Wemmer, o clube deve mais de 80 mil euros a outro ex-jogador; o volante Michael Essien, enquanto o elenco atual não recebe salários desde dezembro de 2017.

Esta não é a primeira vez que o Panathinaikos evita o rebaixamento nesta temporada. Na semana passada, a Superliga (associação dos clubes da primeira divisão); mudou o regulamento, que até então condenava à querda os clubes; cuja situação econômica não estivesse sanada.

A decisão

A decisão precisava de uma maioria de 75% dos clubes e foi possível graças à abstenção da votação do clube de Corfu, Kerkyra; que caiu para a segunda divisão e teria se beneficiado com o rebaixamento do Panathinaikos.

Após a decisão da Superliga, os clubes que não cumprirem com os requisitos financeiros terão; que começar a próxima temporada com seis pontos a menos e enfrentarão restrições drásticas na contratação de novos jogadores.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *