UEFA transfere Eurocopa feminina para julho de 2022

Arquivado em: Destaque do Dia, Esportes, Futebol, Últimas Notícias
Publicado quinta-feira, 23 de abril de 2020 as 12:17, por: CdB

A UEFA, entidade que gerencia o futebol na Europa, anunciou nesta quinta-feira o adiamento da Eurocopa Feminina para 6 a 31 de julho de 2022. A competição de seleções, que terá a Inglaterra como sede, estava marcada inicialmente para 2021.

Por Redação, com ABr – de Londres

A UEFA, entidade que gerencia o futebol na Europa, anunciou nesta quinta-feira o adiamento da Eurocopa Feminina para 6 a 31 de julho de 2022. A competição de seleções, que terá a Inglaterra como sede, estava marcada inicialmente para 2021, mas as alterações da data das Olimpíadas de Tóquio (Japão) e da Eurocopa masculina para o próximo ano devido à pandemia do novo coronavírus (covid-19) motivaram a alteração.

Objetivo é não coincidir com Eurocopa masculina e Olimpíada
Objetivo é não coincidir com Eurocopa masculina e Olimpíada

– Quando tivemos que tomar uma decisão urgente sobre o adiamento da Eurocopa masculina, tínhamos em mente o impacto que traria à edição feminina. Consideramos cuidadosamente todas as opções, com o crescimento do futebol feminino em nosso pensamento. Ao transferir o torneio para o ano seguinte, garantimos que a competição será o maior evento de futebol do verão (europeu), proporcionando os holofotes que merece – afirmou o presidente da UEFA, Aleksander Čeferin, em nota publicada no site da entidade.

Diferentemente das últimas edições, quando foi disputada no verão europeu, a Copa do Mundo (masculina) de 2022, no Qatar, será realizada entre novembro e dezembro. Além disso, as seleções femininas competem na Olimpíada com força máxima, no futebol masculino, podem ser convocados apenas jogadores com até 23 anos, com três exceções.

As Olimpíadas

– Com as Olimpíadas agora confirmadas para o verão de 2021, acreditamos firmemente que mudar a Eurocopa para 2022 seria mais interessante para o torneio, atletas, fãs, parceiros e demais envolvidos. Esse é o maior evento esportivo feminino da Europa, também um dos maiores do esporte mundial e, portanto, merece uma plataforma própria – comentou a chefe de futebol feminino da UEFA, Nadine Kessler, também em comunicado.

Disputada desde 1984, a Eurocopa feminina teve 12 edições. A Alemanha, com oito títulos, é a maior vencedora do torneio. A atual campeã é a Holanda, que sediou o evento em 2017 e superou a Dinamarca na final.

David Beckham

O ex-jogador inglês David Beckham lançou na quarta-feira uma campanha para levantar fundos para ajudar pessoas atingidas pela pandemia do novo coronavírus (covid-19).

– Quero que você saiba que estou juntando alguns amigos meus em uma campanha incrível. Estou participando do All In Challenge para arrecadar dinheiro necessário para alívio do coronavírus. Existem muitas famílias sendo afetadas por essa situação terrível que estão lutando para encontrar dinheiro para comer e queremos apoiar algumas instituições de caridade especiais que estão fazendo um trabalho incrível todos os dias em circunstâncias tão difíceis – declarou Beckham, que atualmente é um dos proprietários do clube de futebol Inter Miami.

A campanha consiste na compra de bilhetes para participar de um sorteio. O vencedor do sorteio participará de uma experiência nas instalações do Inter Miami, equipe que participa do Liga de Futebol Profissional dos Estados Unidos (MLS).

– Você e quatro amigos jogarão contra meu time de cinco no belo e novo centro de treinamento da Inter Miami. Após o jogo, almoçaremos juntos, você será convidado a ver um jogo da Inter Miami da tribuna dos proprietários comigo e com meu amigo e gerente Jorge Mas. Você receberá um passeio VIP pelo nosso estádio para ver as incríveis instalações que construímos para o nosso novo clube. Miami é um lugar muito especial e sei que será uma experiência incrível – declarou Beckham.

All In Challenge é uma iniciativa que tem levado atletas e celebridades a oferecerem experiências especiais para fãs como forma de arrecadar recursos para instituições de caridade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *