UFRJ: Polícia Federal faz operação contra fraudes em contratos

Arquivado em: Manchete, Polícia, Rio de Janeiro, Últimas Notícias
Publicado quinta-feira, 8 de julho de 2021 as 10:55, por: CdB

A Polícia Federal (PF) cumpriu nesta quinta-feira dois mandados de prisão temporária e nove de busca e apreensão contra empresários e servidores da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) suspeitos de fraudes em contratos públicos.

Por Redação, com ABr – do Rio de Janeiro

A Polícia Federal (PF) cumpriu nesta quinta-feira dois mandados de prisão temporária e nove de busca e apreensão contra empresários e servidores da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) suspeitos de fraudes em contratos públicos.

PF faz operação contra fraudes em contratos na UFRJ

A operação Pronta Emergência II investiga irregularidades ocorridas no Instituto de Psiquiatria da universidade.

A ação é um desdobramento da operação Pronta Emergência, realizada em fevereiro deste ano, que apurou desvios em contratos de mais de R$ 6 milhões no Instituto.

Vantagens indevidas

De acordo com a PF, servidores se associaram a empresários para direcionar contratações em troca do recebimento de vantagens indevidas. Entre as irregularidades apontadas pela investigação estão cotações fictícias, superfaturadas e com empresas integrantes da organização criminosa e a elaboração de estudo técnico preliminar pelas próprias empresas.

Os mandados foram expedidos pela 1ª Vara Federal Criminal do Rio. Os investigados respondem pela prática dos delitos de organização criminosa, peculato e fraudes em licitação.

Extorsão e associação ao tráfico de drogas

Policiais civis da 134ª DP (Campos dos Goytacazes) prenderam em flagrante dois homens pelos crimes de extorsão e de associação ao tráfico de drogas. A dupla foi capturada, na terça-feira, após cruzamento de dados do Setor de Inteligência. Com eles, foram apreendidos aparelhos celulares, dinheiro e anotações referentes às extorsões praticadas.

Segundo os agentes, os criminosos exigiam a quantia de R$ 50, semanalmente, dos motoristas de transportes alternativos da cidade, do tipo van. A exigência para o pagamento era feita mediante violência e ameaça para com as vítimas. Os presos atuavam a serviço da liderança do tráfico de drogas que atua na cidade.

A dupla foi detida em continuidade das investigações e ações de combate ao tráfico de drogas na região. Outros dois integrantes da mesma quadrilha foram presos, anteriormente, por policiais da mesma delegacia.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

code