Um italiano e uma holandesa na direção da Berlinale

Arquivado em: Cultura, Destaque do Dia, Últimas Notícias
Publicado sexta-feira, 22 de junho de 2018 as 17:29, por: CdB

Confirmando as notícias lançadas na imprensa européia especializada, e aqui também noticiadas no Correio do Brasil, o diretor-artístico do Festival Internacional de Cinema de Locarno, Carlo Chatrian, irá suceder ao atual diretor da Berlinale, o Festival Internacional de Cinema de Berlim, Dieter Kosslick. Com uma diferença: enquanto Kosslick acumulava também a função de diretor-executivo da Berlinale, essa função será exercida paralelamente pela holandesa Mariette Rissembeek.

Por Rui Martins, correspondente em Genebra:

Um tandem para dirigir o Festival de Cinema de Berlim

O tandem Chatrian-Rissembeek assumirá as funções em maio do próximo ano, quando o atual diretor Dieter Kosslick  deixará o cargo para se aposentar, e terá sob sua direção a organização da Berlinale de 2020.

Carlo Chatrian continuará com as mesmas funções exercidas em Locarno, ou seja, a seleção de filmes e o contato com a cinematografia mundial, enquanto Mariette Rissembeek, atualmente responsável pela promoção da indústria cinematográfica alemã, cuidará da parte empresarial da Berlinale e de sua promoção internacional.

O comunicado da escolha do tandem Chatrian-Rissembeek para suceder a Dieter Rissembeek na direção da Berlinale foi feito esta tarde, em Berlim, pela ministra alemã da Cultura, Monika Grutters. A decisão, que vazou para a media européia há três dias, agrada também a indústria cinematográfica americana, que mantinha boas relações em Locarno com Carlo Chatrian, cujo Festival reserva uma parte das projeções populares da Piazza Grande, no telão de 300 m2, para produções americanas.

Ainda este ano, do primeiro ao onze de agosto, o Festival Internacional de Locarno, estará sob a direção de Carlo Chatrian. Os filmes escolhidos serão anunciados em meados de julho, quando se saberá se haverá filmes brasileiros nas competições de longas e curtas-metragens. Tão logo termine essa edição, o Festival de Locarno estará à procura do sucessor de Carlo Chatrian para organizar o Festival de 2019.

Ver também http://www.correiodobrasil.com.br/diretor-do-festival-de-locarno-dirigira-berlinale/

Rui Martins, correspondente em Genebra e editor do Direto da Redação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *