Universitários não votam em Menem

Arquivado em: Arquivo CDB
Publicado sábado, 10 de maio de 2003 as 11:55, por: CdB

Uma pesquisa entre estudantes universitários mostrou o apoio dos estudantes a Néstor Kirchner, candidato do presidente Eduardo Duhalde, e uma maciça rejeição a Carlos Menem nas eleições presidenciais de 18 de maio, nas quais os dois candidatos peronistas vão competir.

Segundo o Centro de Opinião Pública da Universidade de Belgrano, numa sondagem entre 1.523 universitários, Kirchner obteve 60,3% dos votos, e Menem ficou 50 pontos atrás, com 10,3%. Até os indecisos foram mais numerosos do que os que deram seu voto a Menem, segundo a pesquisa, divulgada neste sábado pelo jornal La Nación.

A síntese da pesquisa é que seis em cada dez universitários vão votar “contra” alguma coisa: 54,8% por uma aberta rejeição a Menem (“porque não quero que ganhe”, ou “porque é um corrupto”), e 1,6% para que Kirchner não ganhe. Os que dizem que estão escolhendo o mal menor (Kirchner) são 20,9%.

A pesquisa foi feita nas duas últimas semanas entre estudantes de 27 carreiras em sete universidades públicas e privadas, numa média de idade de 22,5 anos.