Uruguai confirma detecção de variante brasileira da covid-19

Arquivado em: América Latina, Destaque do Dia, Europa, Mundo, Últimas Notícias
Publicado quinta-feira, 4 de fevereiro de 2021 as 15:05, por: CdB

O Uruguai é um dos países sul-americanos que mais conseguiu reduzir o impacto da pandemia sobre sua população. Segundo os dados da Universidade Johns Hopkins, o Uruguai tem 43.215 casos confirmados da covid-19 e 464 mortes causadas pela doença.

Por Redação, com Sputnik – de Montevidéu

O Uruguai detectou seus primeiros casos da variante brasileira mutada do novo coronavírus, disse o ministro da Saúde, Daniel Salinas, nesta quinta-feira.

Ministro uruguaio confirma detecção de variante brasileira do coronavírus no Uruguai

A informação já havia sido adiantada na quarta, e foi confirmada pelo ministro uruguaio nesta quinta-feira, garantindo que a vigilância sobre possíveis variantes no país continuará.

Foi detectada a entrada (no Uruguai) de uma variante denominada P.2 (do novo coronavírus) originária do Brasil. Dessa forma, o Laboratório de Saúde Pública, Seção de Virologia Dr. Chiparelli, continua com a vigilância após o treinamento com a Seção de Virologia da Faculdade de Ciências.

Em janeiro uma nova cepa do coronavírus foi identificada no Japão após testes em quatro viajantes que passaram pelo Brasil. A variante do vírus teria vindo de Manaus, no Amazonas, que no mesmo mês viu o colapso de seu sistema local de saúde com a escassez de oxigênio nos hospitais.

O Reino Unido também anunciou, em dezembro de 2020, a detecção de uma variante do novo coronavírus no país, acrescentando que a cepa pode ser até 70% mais transmissível do que outras variantes do SARS-CoV-2, o vírus que causa a covid-19.

Cepa mutante

Uma cepa mutante do vírus também foi descoberta na África do Sul, em outubro do ano passado, e agora é a variante mais difundida no país africano. Assim como a cepa do Reino Unido, a sul-africana é mais transmissível, mas ainda não foi confirmada como mais patogênica.

Em vista da descoberta de novas variantes do vírus causador da covid-19, diversos países fecharam suas fronteiras para a entrada de viajantes e voos que passaram por Reino Unido, África do Sul e Brasil.

O Uruguai é um dos países sul-americanos que mais conseguiu reduzir o impacto da pandemia sobre sua população. Segundo os dados da Universidade Johns Hopkins, o Uruguai tem 43.215 casos confirmados da covid-19 e 464 mortes causadas pela doença. Já o Brasil é um dos países mais afetados pela disseminação do SARS-CoV-2, com mais de 9,3 milhões de casos e 227,5 mil mortes.