Uruguai confirma detecção de variantes brasileiras

Arquivado em: América Latina, Destaque do Dia, Mundo, Últimas Notícias
Publicado terça-feira, 23 de março de 2021 as 14:47, por: CdB

O ministro da Saúde do Uruguai, Daniel Salinas, confirmou a presença das variantes brasileiras P1 e P2 do novo coronavírus, no momento em que ocorre um aumento de contágio e das mortes no país.

Por Redação, com Reuters – de Montevidéu 

O ministro da Saúde do Uruguai, Daniel Salinas, confirmou na segunda-feira a presença das variantes brasileiras P1 e P2 do novo coronavírus, no momento em que ocorre um aumento de contágio e das mortes no país.

País tem aumento do número de contágios e mortes

Segundo membros do Grupo de Trabalho Interinstitucional (GTI) na Vigilância da SARS-CoV-2, foram analisadas 175 amostras recolhidas em pontos distintos do Uruguai e concluiu-se que a cepa P1 estava presente em 24 delas, e em 4 foi detectada a variante P2. Ambas são originárias do Brasil.

– A variante P1 entrou no país – disse Salinas, que comentou que isso pode “modificar os rumos ou iniciar novos caminhos na prevenção desse flagelo”.

Conselho de ministros

O presidente uruguaio, Luis Lacalle Pou, convocou o conselho de ministros para uma reunião nesta terça-feira diante das novidades.

– Existe uma circulação comunitária da variante P1 – disse Gregorio Iraola, cientista do GTI, ressaltando que a situação é “mais complicada”.

Nas últimas semanas o país sul-americano teve um crescimento acelerado no número de casos positivos, mortes e ocupação de leitos de tratamento intensivo, o que começou a comprometer sua capacidade sanitária.

Segundo relatório da Sociedade Uruguaia de Medicina Intensiva, o nível de ocupação das UTIs no país chega a 64%, com 22% correspondendo aos pacientes com covid-19.