‘Véio da Havan’ subornou Olavo de Carvalho?

Arquivado em: Opinião, Últimas Notícias
Publicado quinta-feira, 11 de junho de 2020 as 09:42, por: CdB

O filósofo de orifícios Olavo de Carvalho, guru da famiglia Bolsonaro, está desesperado com as suas dívidas e vomitou certas verdades em vídeo. Ele disse que o governo é uma merda, humilhou os generais “covardes ou vendidos” e detonou até o “véio da Havan”.

Por Altamiro Borges – de São Paulo

O filósofo de orifícios Olavo de Carvalho, guru da famiglia Bolsonaro, está desesperado com as suas dívidas e vomitou certas verdades em vídeo no último domingo. Ele disse que o governo é uma merda, humilhou os generais “covardes ou vendidos” e detonou até o “véio da Havan”. Vale conferir alguns trechos. É hilário.

Olavo de Carvalho disse que o governo é uma merda, humilhou os generais “covardes ou vendidos” e detonou até o “véio da Havan”
Olavo de Carvalho disse que o governo é uma merda, humilhou os generais “covardes ou vendidos” e detonou até o “véio da Havan”

Num deles, o polido mentor intelectual do clã diz: “Há décadas existe esse gabinete do ódio contra o Olavo, porra! E vem esse presidente dizer que é meu amigo? Não é meu amigo não. Ele simplesmente se aproveitou. E vai me dar uma condecoração? Enfia a condecoração no cu. Não quero mais saber”.

Em outro trecho, Olavo de Carvalho dispara verdades sobre Bolsonaro, que só os olavetes mais babacas não enxergam. “Você não está agindo contra bandidos. Você vê o crime, eles cometem o crime, você os presencia em flagrante e não faz nada contra eles. Isso chama-se prevaricação”.

“Generais covardes ou vendidos”

Metido a valentão, o astrólogo da Virgínia até ameaça ao “capetão” Bolsonaro: “Quer levar um processo de prevaricação da minha parte? O pessoal não consegue derrubar seu governo? Eu derrubo. Continue inativo, continue covarde, eu derrubo esta merda deste teu governo”. Merda de governo! Perfeito!

Nesta parte, Olavo de Carvalho também humilha os milicos, que ainda dão sustentação a essa “merda de governo” e desgastam ainda mais a imagem da instituição. Ele afirma que Bolsonaro é “aconselhado por generais covardes ou vendidos. Eu não sei se são covardes ou vendidos. Eu não sei o que é pior”.

Endividado, Olavo de Carvalho ainda esculhamba o “véio da Havan”. “Esse seu Havan vem aqui dizer: ‘ah, vou ajudar’. Vai ajudar o caralho, você vai comprar aviãozinho e se vestir de Zé Carioca, você é um palhaço. É por causa de empresário como você que o Brasil tá nessa merda”. Luciano Hang é um palhaço. Corretíssimo!

Empresários descartaram o astrólogo da Virgínia?

O vídeo educado do filósofo de orifícios deixou os bolsominions atordoados. Alguns até tomaram cloroquina! Nas redes sociais, as milícias digitais bolsonaristas dispararam arminhas para todos os lados. Já o chefão do “governo de merda” preferiu o silêncio, talvez temendo que Olavo de Carvalho desembuche alguma coisa.

Já o bilionário dono da Havan, o “palhaço” vestido de Zé Carioca, apressou-se para tentar evitar o pior. Em vídeo, Luciano Hang disse que o guru bolsonarista trabalha “contra o socialismo” e fez apenas um desabafo. Patético, ele pede apoio financeiro ao astrólogo que está endividado em função de processos judiciais.

Mas o apelo do “véio da Havan” parece que não convenceu os amigos da cloaca burguesa. Segundo a Folha, “empresários apoiadores de Bolsonaro dizem que não vão dar dinheiro para ajudar o guru do presidente, que foi multado em R$ 2,8 milhões por uma acusação de pedofilia contra o cantor Caetano Veloso”.

“Flávio Rocha (Riachuelo), Sebastião Bomfim (Centauro), Edgard Corona (Smart Fit) e Washington Cinel, que circulam no entorno do presidente, negaram a intenção de participar da ajuda financeira. ‘Não conheço o Olavo de Carvalho. Nunca vi nem tive contato’, disse Cinel. ‘Não participo da política’, respondeu Bomfim”.

A chantagem do astrólogo deu resultado?

Apesar dessa rejeição, o filósofo de orifícios silenciou. Não obrou mais nenhum vídeo contra Bolsonaro. Pelo contrário. Na sequência, mais calmo, ele postou no Facebook que “ainda estou do lado do Bolsonaro. Lutarei por ele com todas minhas armas”. Será que seu silêncio foi comprado? Será que a chantagem deu resultado?

Intrigado, o senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP) já decidiu pedir uma apuração sobre o caso. “Acionarei a PGR para investigar se Bolsonaro está sendo ameaçado por Olavo de Carvalho. Qualquer atendimento indevido ao ‘guru’ de Bolsonaro, com dinheiro público, privado ou amparo estatal, sob ameaça ao presidente, deve ser investigado e punido”.

“O que Olavo de Carvalho sabe que poderia derrubar Jair Bolsonaro? Por que arrecadar dinheiro para quem lhe xinga? Por que um empresário [Hang] precisaria de aval do Presidente da República para fazer o que parece ser uma doação? Há dinheiro público envolvido?”, questiona Randolfe Rodrigues. Boas perguntas!

 

Altamiro Borges, é jornalista.

As opiniões aqui expostas não representam necessariamente a opinião do Correio do Brasil