Vizinha de Bolsonaro volta para cadeia, agora por tráfico internacional

Arquivado em: Destaque do Dia, Rio de Janeiro, Últimas Notícias
Publicado domingo, 18 de julho de 2021 as 17:13, por: CdB

Elaine Lessa havia deixado a prisão na sexta-feira, em uma progressão da sentença a que foi condenada por atrapalhar as investigações do caso Marielle, para uma pena parcialmente restritiva da liberdade.

Por Redação – do Rio de Janeiro

Já se encontra de volta à cadeia de Benfica, na Zona Norte da Cidade, a vizinha do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e mulher do ex-PM Ronie Lessa, acusado de matar a vereadora Marielle Franco e o motorista Anderson Gomes. Há apenas 48 de volta à casa, depois de liberada em um dos processos a que responde, em juízo, Elaine Lessa foi presa na manhã deste domingo.

Elaine Lessa gostava de uma vida de luxo, ao lado do PM acusado de matar Marielle Franco

Elaine havia deixado a prisão na sexta-feira, em uma progressão da sentença a que foi condenada por atrapalhar as investigações do caso Marielle, para uma pena parcialmente restritiva da liberdade. No entanto, junto com Ronnie, ela também teve uma nova prisão decretada pela Justiça Federal do Rio de Janeiro por tráfico internacional de armas, no Aeroporto do Galeão.

Além dos vizinhos de Bolsonaro, o ex-policial Élcio Vieira de Queiroz também consta do processo, acusado de dirigir o carro usado na noite de 14 de março de 2018, quando a parlamentar e seu motorista, Anderson Gomes, foram assassinados a tiros, no Estácio, um bairro na região central do Rio.

Milicianos

O endereço provisório de Ronnie Lessa, agora, é no Presídio Federal de Mossoró, Rio Grande do Norte, e vai a júri popular como o executor da morte da vereadora Marielle Franco, em data ainda não determinada pela Justiça. O advogado Fernando Santana, que atua na defesa do casal disse a jornalistas que prepara um habeas corpus (HC) em favor da presidiária.

A condenada, em 2017, foi alvo de uma operação da Receita Federal, no Aeroporto do Galeão, por onde tentava importar peças de fuzil AR-15, a partir de Hong Kong. A encomenda estava destinada a academia em Rio das Pedras, na zona oeste do Rio, chamada Supernova, de propriedade do casal miliciano.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

code