Vladimir Putin ironiza entrevista e diz que ‘deseja boa saúde’ a Biden

Arquivado em: América do Norte, Destaque do Dia, Europa, Mundo, Últimas Notícias
Publicado quinta-feira, 18 de março de 2021 as 13:14, por: CdB

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, rebateu nesta quinta-feira a entrevista de seu homólogo norte-americano, Joe Biden, que o classificou de “assassino” e disse que o russo “iria pagar” por tentar interferir nas eleições de novembro de 2020.

Por Redação, com ANSA – de Moscou

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, rebateu nesta quinta-feira a entrevista de seu homólogo norte-americano, Joe Biden, que o classificou de “assassino” e disse que o russo “iria pagar” por tentar interferir nas eleições de novembro de 2020.

Putin rebateu as acusações de Biden e lembrou que história de todos os países é repleta de casos dramáticos e sangrentos

– Quanto à declaração do meu homólogo norte-americano, realmente somos, como ele disse, pessoalmente conhecidos. O que eu responderia a ele? Eu diria: fique saudável, eu lhe desejo boa saúde – afirmou o russo em um evento e em discurso repercutido pelas principais agências estatais de notícias do país, Sputnik e Tass.

Ao ser questionado sobre o termo usado por Biden, de ser “um assassino”, Putin lembrou que “quando éramos crianças e brigávamos, nós dizíamos: ‘quem diz é porque é assim'”.

– E não é um caso, não é só um jeito de falar das crianças, uma brincadeira. Tem um significado muito profundo nisso. Vemos sempre nas outras pessoas as nossas qualidades e pensamos que são como nós, baseando-se sobre isso, damos a nossa avaliação em geral – acrescentou.

Ainda alfinetando o democrata, Putin afirmou que “houve muitas dificuldades dramáticas e eventos sangrentos na história de cada nação”, mas “quando avaliamos outros estados, outras pessoas, outros povos, estamos sempre nos olhando no espelho”.

História dos Estados Unidos

Putin destacou que a história dos Estados Unidos está repleta de casos do tipo e que a classe politica do país foi formada com a herança dos europeus que “eliminaram a população local, cometendo um genocídio, como chamam hoje em dia, um genocídio das tribos nativas”.

– E isso foi seguido por um período de escravidão muito duro, difícil, brutal. Tudo isso nos leva ao longo da história e acompanha a vida dos Estados Unidos até hoje. De onde surgiu o movimento Vidas Negras Importam? Os afro-americanos enfrentam as injustiças até hoje – pontuou.

No entanto, assim como Biden tinha dito, Putin confirmou que seguirá fazendo acordos que sejam “interessantes” para os russos e que ele sabe “defender os interesses” da Rússia.

– Os EUA e as lideranças dos EUA, em geral, buscam ter certos tipos de relações conosco, mas apenas em áreas que eles tenham interesse e apenas nas condições deles. Mesmo que eles pensem que nós somos iguais, nós somos povos diferentes. Nós temos uma genética diferente, códigos morais e culturais diferentes . Eles vão ter que conviver com isso, apesar de todas as tentativas de impedir nosso desenvolvimento. Independentemente das sanções e insultos, eles terão que conviver com isso – ressaltou.