Weintraub deixa o país, às pressas, e já se encontra em algum lugar dos EUA

Arquivado em: Política, Últimas Notícias
Publicado sábado, 20 de junho de 2020 as 12:03, por: CdB

A reportagem do Correio do Brasil apurou que o motivo para o ex-ministro deixar o país, de forma apressada, foi a medida tomada pelo senador Fabiano Contarato (Rede-ES), que protocolou no Supremo Tribunal Federal (STF) um pedido de apreensão do passaporte de Weintraub.

Por Redação – de Brasília

Abraham Weintraub deixou o Brasil às pressas, na noite passada e já chegou aos Estados Unidos. Weintraub foi demitido do Ministério da Educação (MEC) na quinta-feira e sua exoneração foi oficializada em publicação no Diário Oficial da União, neste sábado. Segundo a assessoria de imprensa do MEC, Weintraub desembarcou em Miami, Flórida, mas seu paradeiro agora é incerto e não sabido.

Ministro da Educação, Weintraub foi alvo de protestos por parte dos estudantes
Ex-ministro da Educação, Weintraub poderia ser preso, a qualquer instante, se permanecesse no país

A reportagem do Correio do Brasil apurou que o motivo para o ex-ministro deixar o país, de forma apressada, foi a medida tomada pelo senador Fabiano Contarato (Rede-ES), que protocolou no Supremo Tribunal Federal (STF) um pedido de apreensão do passaporte de Weintraub, justamente para impedir que ele deixasse o país. Citado no inquérito das fake news, que tramita na Corte, o ex-ministro também é investigado por racismo, no Supremo, após comentário sobre a China.

Orações

Além de ter o passaporte confiscado, o ex-titular da pasta da Educação poderia ser preso a qualquer instante, segundo previram advogados ouvidos pelo CdB. Weintraub publicou mensagem no Twitter, neste sábado, e a sua localização aparecia em Miami.

“As coisas aconteceram muito rapidamente”, escreveu o ministro em resposta a um seguidor.

Irmão do ministro, Arthur Weintraub (assessor especial da Presidência), também fez publicação nas redes sociais em que afirma que Abraham está fora do país.

“Obrigado a todos pelas orações e apoio. Meu irmão está nos EUA”, resumiu.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

code