Woody Allen vira garoto-propaganda da França

Arquivado em: Arquivo CDB
Publicado terça-feira, 10 de junho de 2003 as 19:12, por: CdB

O cineasta Woody Allen, conhecido por sua devoção a Nova York, está trabalhando como garoto-propaganda para a França, pedindo que os norte-americanos comam batatas fritas, beijem à francesa e viajem à nação européia.

Em um vídeo de promoção turística, Allen, cujos filmes são muito populares na França, diz que é hora de deixar para trás a animosidade provocada pela oposição do país à guerra no Iraque e que esfriou as relações com os Estados Unidos.

– Recentemente, houve muita controvérsia entre os dois países e eu espero que agora eles possam deixar tudo para trás e começar a reconstruir o que realmente vinha sendo uma grande amizade – afirma ele no vídeo chamado Let’s Fall in Love Again (em tradução literal, vamos nos apaixonar de novo).

A comissão de Turismo está mostrando o vídeo em almoços para jornalistas, esperando aumentar as viagens para a França que caíram 15% nos primeiros três meses de 2003 em comparação com o mesmo período no ano passado.

O ressentimento norte-americano à França tem sido refletido de diversas maneiras, com alguns pedindo boicote ao vinho e ao queijo franceses e com alguns restaurantes chamando a batata frita (french fries, em inglês) de “freedom fries” (batatas da liberdade).