Yoshihide Suga pede que japoneses vejam Olimpíada pela TV

Arquivado em: Destaque do Dia, Esportes, Esportes Olímpicos, Últimas Notícias
Publicado quinta-feira, 17 de junho de 2021 as 14:20, por: CdB

O primeiro-ministro do Japão, Yoshihide Suga, pediu nesta quinta-feira que a população do país veja os Jogos Olímpicos de Tóquio pela televisão para evitar a disseminação da covid-19.

Por Redação, com Reuters – de Tóquio

O primeiro-ministro do Japão, Yoshihide Suga, pediu nesta quinta-feira que a população do país veja os Jogos Olímpicos de Tóquio pela televisão para evitar a disseminação da covid-19, em um momento em que os organizadores do evento debatem se permitirão a presença de espectadores locais nas arenas olímpicas.

O primeiro-ministro do Japão, Yoshihide Suga

Em entrevista coletiva para anunciar o fim de algumas restrições impostas para conter o novo coronavírus em Tóquio e em outras regiões, Suga disse que o mais importante é evitar um repique no número de infecções e o colapso do sistema de saúde.

Delegação brasileira de judô

A Confederação Brasileira de Judô (CBJ) anunciou no início da tarde de quarta-feira os 13 nomes que irão representar o Brasil na Olímpíada de Tóquio Japão). A única das 14 categorias de peso brasileiros é a leve feminino (até 57quilos) – a atual campeã Rafaela Silva esta suspensa por doping

Sete judocas estrearão nos Jogos na edição de Tóquio, três a mais em relação à Rio 2016:  Eric Takabatake (60kg), Daniel Cargnin (66kg), Eduardo Katsuhiro (73kg), Eduardo Yudy (81kg), Rafael Macedo (90kg), Gabriela Chibana (46kg) e Larissa Pimenta (52kg).

Por outro lado, o país diminuiu a quantidade de cabeças de chave. Há cinco anos foram seis atletas e em Tóquio 2020 serão cinco: Rafael Silva (+100kg), Ketleyn Quadros (63kg), Maria Portela (70kg), Mayra Aguiar (78kg) e Maria Suelen Altheman (+78kg).

O único atleta que não ingressou por meio do ranking foi Eduardo Katsuhiro, do peso leve (73kg), classificado pela cota continental das Américas.

A equipe brasileira embarcará para o Japão em dois grupos. O primeiro viaja no dia 5 de julho e o grupo restante segue para a Ásia no dia 13 de julho. A delegação brasileira ficará sediada na cidade de Hamamatsu. As lutas do judô em Tóquio 2020 ocorrerão de 24 a 31 de julho.

Atletismo

A Confederação Brasileira de Atletismo (CBAt) anunciou na quarta-feira o programa horário da primeira edição do Aberto Internacional Rumo a Tóquio, que acontecerá neste domingo, na pista do Centro Nacional de Desenvolvimento do Atletismo, na cidade de Bragança Paulista.

Serão disputadas 28 provas, a partir das 10 horas. Ocorrerá outro evento na próxima quarta-feira. Os dois encontros foram criados pela CBAt, para auxiliar os atletas que buscam índices ou precisam somar pontos para os Jogos Olímpicos de Tóquio. O prazo de obtenção de índices olímpicos e da soma de pontos para o Ranking da World Athletics termina no dia 29 de junho.

No programa horário divulgado, foi incluída uma prova de 2.000 m com obstáculos, que também soma pontos para o Ranking da World Athletics, levando em conta uma tabela de conversão. Na quarta-feira, será realizada a prova olímpica dos 3.000 m com obstáculos.

– Conversamos com alguns treinadores e concordamos que duas provas seguidas de 3.000 m com obstáculos seriam muito pesadas, sem tempo de recuperação. Então decidimos fazer uma de 2.000 m e outra de 3.000 m, com as duas somando pontos – disse Dom Pandeló, gerente técnico da CBAt, à assessoria de imprensa da instituição.

Programa Horário (todas as provas são finais)

10:00 – 400 m com barreiras – masculino
10:05 – Lançamento do martelo – feminino/masculino
10:10 – 400 m com barreiras – feminino
10:12 – Arremesso do peso – feminino/masculino
10:15 – Salto em altura – feminino
10:20 – 1.500m – masculino
10:25 – Salto em distância – feminino/masculino
10:30 – 100 m – feminino
10:40 – 100 m – masculino
11:00 – 110 m c/barreiras
11:05 – Salto triplo – feminino/masculino
11:15 – 100 m com barreiras
11:25 – Lançamento do disco – feminino/masculino
11:30 – 2.000 m com obstáculos – masculino
11:35 – Salto em altura – masculino
11:45 – 2.000 m com obstáculos – feminino
12:00 – 200 m – masculino
12:10 – 200 m – feminino
12:25 – 800 m – masculino
12:30 – lançamento do dardo – feminino
12:35 – 800 m – feminino
12:45 – 400 m – feminino
12:50 – 400 m – masculino

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

code