Zidane lamenta lesão de Neymar e diz que espera vê-lo contra o Real

Arquivado em: Destaque do Dia, Esportes, Futebol, Últimas Notícias
Publicado segunda-feira, 26 de fevereiro de 2018 as 12:24, por: CdB

O técnico minimizou a importância da possível ausência de Neymar, convencido de que o jogador do Paris Saint-Germain que o substituir caso seja necessário também atuará em grande nível

Por Redação, com EFE e Reuters – de Madri/Londre:

Zinedine Zidane, técnico do Real Madrid, enviou os melhores desejos ao atacante do Paris Saint-Germain (PSG) Neymar, que lesionou o tornozelo na partida de domingo válida pelo Campeonato Francês, e disse que gostaria que o jogador possa estar presente na partida de volta das oitavas de final da Liga dos Campeões.

Zinedine Zidane, técnico do Real Madrid

– Não é uma alegria para ninguém. Não gosto que os jogadores se lesionem e não estou contente pela lesão de Neymar. Tomara que possa estar presente na partida da Liga dos Campeões porque nunca vou desejar; que um rival seja desfalque por lesão – afirmou Zidane em entrevista coletiva.

– Não gosto de ver jogadores lesionados, nunca desejei que ninguém se lesionasse. Não gostei de ver quando se lesionou; estava vendo a partida ao vivo e desejo que não seja nada grave – acrescentou.

O técnico minimizou a importância da possível ausência de Neymar, convencido de que o jogador do Paris Saint-Germain que o substituir caso seja necessário também atuará em grande nível.

– Não acredito que um só jogador influencie na partida da semana que vem; porque sempre haverá um substituto – sentenciou.

Kane marca no fim e dá vitória para o Tottenham

Um gol de cabeça de Harry Kane, no final da partida, deu ao Tottenham a merecida vitória por 1 x 0 contra o Crystal Palace; que levou o time ao quarto lugar no Campeonato Inglês, neste domingo.

A cabeçada de Kane, de um escanteio de Christian Eriksen, aos 43 minutos do segundo tempo; compensou duas chances perdidas na partida no Selhurst Park.

Ele deveria ter colocado o Tottenham em vantagem quando a bola caiu aos seus pés, no meio da área, após um erro de Patrick van Aanholt, mas Wayne Hennessey se esticou bem, e o atacante mandou a bola por cima do travessão.

O atacante inglês foi culpado de desperdiçar uma chance ainda mais clara no começo do segundo tempo, quando Eriksen passou da direita e Kane, com tempo e espaço pela esquerda, chutou para fora.

– Nós deixamos para marcar muito tarde – disse Kane. “Pensei que não seria nosso dia porque tívemos algumas chances, especialmente comigo, e Serge Aurier teve uma no fim também. Mas continuamos pressionando até o fim e conseguimos nossa recompensa”.

Após cinco jogos da liga inglesa sem vitória, o Palace está fora da zona de rebaixamento apenas no saldo de gols.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *