Bolsonaro diz que faz tudo certo na pandemia; números o desmentem

Arquivado em: Política, Últimas Notícias
Publicado sábado, 21 de novembro de 2020 as 13:53, por: CdB

Desde o início da pandemia, Bolsonaro adotou um tom negacionista , com declarações polêmicas sobre a doença. Na semana passada, inclusive, afirmou que o Brasil precisa deixar de ser um país de “maricas” e enfrentar o novo coronavírus.

Por Redação, com Ansa – de Brasília

O presidente Jair Bolsonaro afirmou neste sábado, em um vídeo transmitido na cúpula do G20, grupo que reúne as 20 maiores economias do mundo, que seu governo tem agido corretamente contra a pandemia do novo coronavírus (Sars-CoV-2). As estatísticas, no entanto, o desmentem. Atrás apenas dos EUA, que acaba de derrotar o atual presidente, Donald Trump, na corrida pela reeleição, o Brasil registra a morte de 170 mil vítimas da covid-19 e a infecção de cerca de 6 milhões de brasileiros.

Bolsonaro voltou a promover uma aglomeração, sem usar máscara higiênica contra covid-19
Recentemente, Bolsonaro voltou a promover aglomerações, sem usar máscara higiênica contra covid-19

— Desde o começo enfatizamos que era preciso cuidar da saúde e da economia simultaneamente. O tempo vem provando que estávamos certos — disse.

‘Maricas’

Bolsonaro acrescentou que, “neste ano, enfrentamos um desafio sem precedentes na história recente” e a “cooperação no G20 é a chave para superar a pandemia de covid-19 e retomar o caminho da recuperação econômica e social”.

— Devemos manter o firme compromisso de trabalhar para manter o crescimento econômico, a liberdade de nossos povos e a prosperidade do mundo — acrescentou o mandatário, na gravação de apenas 49 segundos.

Desde o início da pandemia, Bolsonaro adotou um tom negacionista e deu diversas declarações polêmicas sobre a doença. Na semana passada, inclusive, afirmou que o Brasil precisa deixar de ser um país de “maricas” e enfrentar o novo coronavírus.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *