Cúpula do PSDB será investigada por roubalheira no Metrô paulistano

Arquivado em: Brasil, Últimas Notícias
Publicado quarta-feira, 18 de abril de 2018 as 16:54, por: CdB

Rombo de perto de R$ 1 bilhão nas contas públicas de governos tucanos compromete Geraldo Alckmin. Ele será o candidato do PSDB à Presidência da República.

 

Por Redação – de São Paulo

 

O Tribunal de Justiça de São Paulo aceitou a denúncia e tornou réus a cúpula do PSDB paulista. Nos governos chefiados por Geraldo Alckmin e José Serra, o rombo nas contas públicas gira na casa de R$ 1 bilhão.

Alckmin está citado em mais de um processo que investiga corrupção ocorrida durante seu governo, no Estado de São Paulo
Alckmin está citado em mais de um processo que investiga corrupção ocorrida durante seu governo, no Estado de São Paulo

Com isso, se tornaram réus o secretário de Transportes Metropolitanos de São Paulo, Clodoaldo Pelissioni; o atual presidente do Metrô, Paulo Menezes de Figueiredo; o chefe de gabinete do prefeito Bruno Covas, Sérgio Avelleda, e quatro ex-presidentes do metrô.

Os integrantes da cúpula do PSDB são acusados pelo Ministério Público pela compra e abandono de trens novos que ficaram sem utilização enquanto a construção da Linha 5-Lilás não era concluída. O Ministério Público pede a devolução de R$ 799 milhões como forma de ressarcir os cofres públicos pelos prejuízos causados.

Clodoaldo Pelissioni ocupou a Presidência do metrô entre março e setembro de 2015, quando assumiu a Secretaria de Transportes. Na ocasião, secretário estadual de Transportes Metropolitanos era Jurandir Fernandes, que também denunciado pelo Ministério Público.

Trens abandonados

Ação judicial por improbidade administrativa contra os gestores e ex-gestores foi aceita pelo juiz da 12ª Vara de Fazenda Pública, Adriano Marco Laroca, quase dois anos após a formulação da denúncia.

Os danos ao erário público teriam sido causados mediante a aquisição de 26 trens para a linha 5-Lilás do Metrô de São Paulo, em 2011, mesmo com as obras estão paralisadas desde o exercício anterior.

Os trens acabaram abandonados e vandalizados; além de ter sido constatado que eles não atendiam as especificações necessárias para funcionarem adequadamente.

1 thought on “Cúpula do PSDB será investigada por roubalheira no Metrô paulistano

  1. Mas conseguiram deixar o chuchu pra fora das denuncias e vai concorrer a presidencia.
    Foram 24 anos de roubo em SP pelo PSDB e deixam o estado mais pobre.
    Tucano não vai pra cadeia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *