Goleiro do Milan testa positivo para coronavírus

Arquivado em: Destaque do Dia, Esportes, Futebol, Últimas Notícias
Publicado segunda-feira, 26 de outubro de 2020 as 12:17, por: CdB

O goleiro do Milan Gianluigi Donnarumma e o meia-atacante Jens Petter Hauge testaram positivo para covid-19 junto com três membros da comissão técnica, informou o líder da Série A em um comunicado nesta segunda-feira.

Por Redação, com Reuters – de Milão/Londres

O goleiro do Milan Gianluigi Donnarumma e o meia-atacante Jens Petter Hauge testaram positivo para covid-19 junto com três membros da comissão técnica, informou o líder da Série A em um comunicado nesta segunda-feira.

Gianluigi Donnarumma durante partida do Milan contra a Inter de Milão pelo Campeonato Italiano 1
Gianluigi Donnarumma durante partida do Milan contra a Inter de Milão pelo Campeonato Italiano 1

“Todos estão assintomáticos, foram imediatamente isolados em casa e as autoridades de saúde locais foram informadas”, afirmou o clube em comunicado. Eles vão ficar de fora da partida em casa contra a Roma ainda nesta segunda-feira.

O resto da equipe foi submetida a mais testes, todos negativos, acrescentou o clube.

O atacante do Milan Zlatan Ibrahimovic teve um teste positivo no início da temporada, mas já se recuperou. O time lidera a tabela com 12 pontos, após vencer as quatro partidas do campeonato até o momento.

Sterling, do Manchester City

Raheem Sterling, atacante do Manchester City e da Inglaterra, criará uma fundação para ajudar jovens carentes do Reino Unido, disse o jogador de 25 anos ao jornal Sunday Times.

Segundo a reportagem, Sterling deve fazer uma doação de sete dígitos à causa, que também almeja auxiliar famílias semelhantes àquelas que se beneficiam da campanha de merendas escolares de Marcus Rashford, meia-atacante do Manchester United.

– Não estou realmente muito preocupado em ter este milhão ou aquele milhão – disse Sterling, que supostamente ganha o equivalente a US$ 20 milhões no City, em uma entrevista ao jornal.

– O que me fará feliz é ver que consigo ajudar. Mesmo que sejam cinco pessoas, mesmo que seja uma, ao menos ajudei alguém a sair de sua bolha e ver que existe algo melhor para a Inglaterra.

– Quero que isto seja uma enormidade, e não só uma enormidade para mim, mas para as pessoas envolvidas.

Sterling foi muito elogiado no ano passado por sua luta contra o racismo no esporte e por usar sua plataforma para pedir mais ações práticas.

O atacante acrescentou que os detalhes da fundação ainda estão sendo finalizados.