Lúcia Leme, ex-apresentadora do ‘Sem Censura’, morre aos 82 anos

Arquivado em: Destaque do Dia, Rio de Janeiro, Últimas Notícias
Publicado segunda-feira, 8 de março de 2021 as 13:45, por: CdB

 

Lúcia começou no jornalismo como estagiária na extinta TV Tupi, no final da década de 1970. Em seguida, foi convidada por Paulo Alberto Monteiro de Barros, o Artur da Távola, para auxiliá-lo em sua coluna no diário conservador carioca O Globo, que dava notícias sobre televisão.

Por Redação, com ABr – do Rio de Janeiro

A jornalista Lúcia Leme morreu nesta segunda vítima de um câncer no pulmão. Na terça-feira, ela faria 83 anos.

Morre Lúcia Leme, ex-apresentadora do Sem Censura, da TV Brasil

Em sua página no Facebook, os filhos da jornalista comunicaram a morte: “Devastados de tristeza, lamentamos informar que nossa mãe, Lúcia Leme, uma mulher extraordinária, profissional exemplar, mãe maravilhosa e avó muito amada, faleceu hoje vítima de câncer de pulmão. Partiu no Dia Internacional da Mulher. Assinado: Fernanda Leme, Luciana Leme, João Henrique Leme e Renato Carvalho Leme Almeida.

Sua trajetória na televisão foi marcada, especialmente, pela longa passagem como apresentadora do Sem censura, programa da TV Brasil que comandou entre 1986 e 1996.

Lúcia começou no jornalismo como estagiária na extinta TV Tupi, no final da década de 1970. Em seguida, foi convidada por Paulo Alberto Monteiro de Barros, o Artur da Távola, para auxiliá-lo em sua coluna no diário conservador carioca O Globo, que dava notícias sobre televisão.

Trabalhou também nas revistas MancheteFatos e FotosAmigaEle & Ela, da organização Bloch. Esteve ainda na Rádio Manchete e, posteriormente, na TV Manchete. “Dali, me convidaram para ser debatedora do Sem Censura e eu fui. Um ano depois, me chamaram para ser a apresentadora desse programa e ali fiquei por dez anos. Fiz ainda os programas Front Page, Intervalo, Olhar 2001/2/3/4/5/6 e depois o mesmo programa passou a se chamar Espaço Público e foi até 2009”, revelou a jornalista em perfil profissional.

Rádio Roquete Pinto e na Rádio MEC AM

Paralelamente, fez programa na Rádio Roquete Pinto e na Rádio MEC AM. Trabalhou ainda na internet, fazendo um programa na web-rádio da MultiRio para a prefeitura do Rio de Janeiro que distribui essas produções a escolas da rede municipal de ensino. Carioca, divorciada, Lúcia Leme tinha  mestrado em Comunicação na Escola de Comunicação da Universidade Federal do Rio de Janeiro.

Sua página no Facebook ficou cheia nesta segunda-feira de mensagens de tristeza, enviadas por amigos como o ator Edwin Luisi: “No Dia Internacional da Mulher presto minha homenagem a uma grande mulher que acaba de partir. Lucia Leme, agora você é luz”. A apresentadora Luciana Barreto, da TV CNN, lamentou a morte de Lúcia Leme: “Perdemos uma grande mulher”. A amiga e colega de rádio Heloísa Paladino a homenageou: “Tristeza profunda pela partida da querida Lúcia Leme. Tantas histórias e papos, tanto trabalho em conjunto, tantos ensinamentos. Vamos eternizar esse brinde pela brilhante mulher que você foi. Mas agora você vai brilhar em outro plano. Descanse em paz”.

– Sou movida a carinho e verdade – dizia Lúcia em sua página no Facebook. O velório e o enterro foi, no Cemitério São João Batista, em Botafogo, Zona Sul do Rio.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

code