Lula reclama do tratamento que recebe da mídia conservadora

Arquivado em: Política, Últimas Notícias
Publicado quinta-feira, 9 de julho de 2020 as 15:56, por: CdB

O tucano teve bloqueados R$ 40 milhões em uma conta na Suíça. Os investigadores estimam que os desvios possam superar a casa da centena de milhões de dólares. Em reunião secreta com um dos delatores da Odebrecht em 2016, Serra chorou e pediu para ser poupado nas colaborações premiadas.

Por Redação – de São Paulo
Lula recomenda que o país se afaste do conflito entre os EUA e o governo iraniano
Lula recomenda que o país se afaste do conflito entre os EUA e o governo iraniano

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva reclamou, nesta quinta-feira, da diferença entre o tratamento dispensado pela mídia conservadora a ele e ao seu equivalente político, o senador José Serra (PSDB-SP), alvo de denúncia da Polícia Federal por se valer do cargo de governador do Estado de São Paulo para receber propina da Odebrecht, em pagamentos indevidos por vantagens nas obras do Rodoanel Sul.

— Vou dar um exemplo: o caso envolvendo o Serra apareceu um dia na imprensa e depois desapareceu… Vocês perceberam? Se é o Lula… Ah, bota pelo menos três meses aí — disse o ex-presidente a uma rádio do Rio Grande do Sul. 

O tucano teve bloqueados R$ 40 milhões em uma conta na Suíça. Os investigadores estimam que os desvios possam superar a casa da centena de milhões de dólares. Em reunião secreta com um dos delatores da Odebrecht em 2016, Serra chorou e pediu para ser poupado nas colaborações premiadas, segundo relatório policial.

Moro ‘mentiroso’

Aos jornalistas, o ex-presidente também citou a ligação da Rede Globo ao ex-ministro da Justiça Sérgio Moro, que o condenou sem provas no processo do triplex em Guarujá (SP) na primeira instância jurídica.

— Eu tenho mais de 400 horas de Jornal Nacional contra mim. E se pesquisar o Moro tem 400 horas a favor. Basta ver que a Globo só citou duas matérias da (agência norte-americana de notícias) Intercept, e pra se explicar porque foi citada. Quero provar que Moro é mentiroso. Ele foi cabo eleitoral, não foi juiz. Continua mentindo até hoje — denuncia o líder petista.

Moro recebeu o convite da equipe de Jair Bolsonaro para ser membro do governo ainda durante a campanha eleitoral de 2018, segundo admitiu o ministro da Economia, Paulo Guedes, que participou da aproximação entre Moro e Bolsonaro.

Denúncia

O ex-presidente Lula foi acusado de ter recebido um apartamento como propina da OAS, mas nunca dormiu nem tinha a chave do imóvel. Ao apresentar a denúncia em 2016, o procurador Henrique Pozzobon admitiu que não havia “provas cabais” de que Lula era o proprietário da unidade. 

Em junho do ano passado, uma reportagem do Intercept Brasil apontou que o procurador Deltan Dallagnol duvidava da existência de provas contra Lula.

Na série de reportagens, a Intercept revelou que Moro agia como uma espécie de assistente de acusação de procuradores. Dentre as irregularidades, ele sugeriu a inversão de ordem das fases da Lava Jato, questionou a capacidade de a procuradora Laura Tessler interrogar Lula e até pediu o acréscimo de informações na denúncia contra o réu Zwi Skornicki, representante da Keppel Fels, estaleiro que tinha contratos com a Petrobras.

1 thought on “Lula reclama do tratamento que recebe da mídia conservadora

  1. O Intercept mostrou para todos que o Moro não é não foi e nem será confiável, pois demostrou que ele se utiliza de um peso e duas medidas dependendo do investigado e do partido político que esse indivíduo esteja vinculado isto ficou claro com o vazamento do Intercept, veja que o José Serra e outros elementos do PSDB envolvidos em vários tipos de corrupção se houve investigações foram muito tímidas isto ficou claro com o vazamento do Intercep.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *