Militantes impedem que Lula deixe a sede do sindicato

Arquivado em: Brasil, Destaque do Dia, Últimas Notícias
Publicado sábado, 7 de abril de 2018 as 18:18, por: CdB

Centenas de manifestantes formaram uma espécie de cordão humano para impedir que Lula deixasse o local para se apresentar à Polícia Federal (PF).

 

Por Redação – de São Bernardo do Campo, SP

Apesar de o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva tentar deixar a sede do Sindicato dos Metalúrgicos de São Bernardo do Campo, onde permanece desde a última quinta-feira, militantes impediram que o carro se movesse. O juiz Sérgio Moro decretou sua prisão há mais de 24 horas.

Militantes do PT impediram que Lula deixasse a sede do sindicato
Militantes do PT impediram que Lula deixasse a sede do sindicato

O ex-presidente estava acompanhado no carro do advogado Cristiano Zanin, mas ao tentar sair por um dos portões laterais do sindicato, simpatizantes avançaram contra as grades e o carro teve que recuar. Ele desceu logo em seguida e voltou para as dependências do sindicato.

Centenas de manifestantes formaram uma espécie de cordão humano. Assim, conseguiram impedir que o líder petista deixasse o local. Ele iria se apresentar à Polícia Federal (PF). Os policiais estavam posicionados no entorno do sindicato. O roteiro previsto para Lula era, após sair do sindicato, o aeroporto de Congonhas. De lá, ser transferido para a sede da PF no Paraná.

No caminhão de som, a presidenta do PT, senadora Gleisi Hoffmann pediu que os militantes permitissem que o ex-presidente deixasse a sede do sindicato. Segundo afirmou, há risco de consequências jurídicas; além de uma possível intervenção, por fim, da Polícia Militar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *