OAB processa advogados que montam esquema fascista em favor de Bolsonaro

Arquivado em: Política, Últimas Notícias
Publicado quinta-feira, 25 de fevereiro de 2021 as 15:04, por: CdB

O advogado pediu, ainda, que a corregedoria investigue a suspeita de que o grupo teria um crime disciplinar. Santa Cruz também pediu que a Procuradoria da OAB prepare uma ação para proibir o grupo de utilizar a sigla da instituição.

Por Redação – de Brasília

Presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Felipe Santa Cruz determinou que a Corregedoria e a Procuradoria da instituição processem o grupo de advogados bolsonaristas autointitulado Ordem dos Advogados Conservadores do Brasil (OACB). A decisão acontece um dia depois de o grupo usar as redes sociais para pedir que internautas enviassem mensagens publicadas na rede com ofensas ao “presidente Jair Bolsonaro (sem partido), sua família e membros do seu governo, seja por parte de políticos, artistas, professores ou qualquer um do povo”.

Presidente da OAB, Felipe Santa Cruz atua contra o esquema fascista montado por grupo de apoio a Bolsonaro

O objetivo da iniciativa “de caráter fascista” visa a intimidar a oposição, afirma Santa Cruz.

— A Constituição Federal garante a livre manifestação de opiniões e esse é um dos pilares de qualquer democracia. Parece, portanto, que tal ‘entidade’ desconhece ou despreza a Constituição — afirmou Santa Cruz.

Bolsonarista

O advogado pediu, ainda, que a corregedoria investigue a suspeita de que o grupo teria um crime disciplinar. Santa Cruz também pediu que a Procuradoria da OAB prepare uma ação para proibir o grupo de utilizar a sigla da instituição.

A OACB criou um “canal de denúncias” para que internautas denunciem mensagens supostamente ofensivas contra Bolsonaro nas redes sociais e promete uma enxurrada de ações judiciais. Em publicação feita no Instagram, na véspera, a organização afirmou que processará todos os autores das mensagens.

A OACB foi fundada em João Pessoa (PB), em dezembro de 2019. A imagem sobre o “disque denúncia” foi publicada pelo deputado federal bolsonarista Filipe Barros (PSL-PR), no Facebook.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

code