Olimpíada de Tóquio e reeleição de Bach dominam pauta do COI

Arquivado em: Destaque do Dia, Esportes, Esportes Olímpicos, Últimas Notícias
Publicado quarta-feira, 10 de março de 2021 as 13:14, por: CdB

A Olimpíada de Verão de Tóquio terá destaque em uma reunião virtual de três dias do Comitê Olímpico Internacional (COI) nesta quarta-feira, enquanto os organizadores dos Jogos adiados lutam para vencer os desafios da pandemia do novo coronavírus.

Por Redação, com Reuters – de Berlim

A Olimpíada de Verão de Tóquio terá destaque em uma reunião virtual de três dias do Comitê Olímpico Internacional (COI) nesta quarta-feira, enquanto os organizadores dos Jogos adiados lutam para vencer os desafios da pandemia do novo coronavírus (covid-19).

Jogos de Tóquio e reeleição de Bach dominam pauta de reunião

A Olimpíada Tóquio-2020 foi adiada em 12 meses no ano passado, e deve ser realizada com medidas de saúde rigorosas e a provável ausência de visitantes estrangeiros entre julho e agosto.

Na reunião se ouvirá o primeiro relatório do comitê organizador dos Jogos de Tóquio sob o comando da nova chefe, Seiko Hashimoto. Ela substituiu Yoshiro Mori três semanas atrás depois que ele foi forçado a renunciar por causa de comentários sexistas.

O relatório de Tóquio

Duas fontes do governo com conhecimento do assunto disseram à agência inglesa de notícias Reuters nesta quarta-feira que o Japão decidiu realizar a Olimpíada e a Paralimpíada sem espectadores estrangeiros devido à preocupação pública com a covid-19.

Mas antes de ouvirem o relatório de Tóquio nesta quinta-feira, os membros do COI reelegerão nesta o presidente Thomas Bach para um segundo mandato, já que o advogado alemão e campeão olímpico de esgrima de 1976 não tem adversários.

Os presidentes do COI são limitados a um máximo de dois mandatos, ou um total de 12 anos no cargo. O primeiro mandato é de oito anos, e uma reeleição pode mantê-los na vaga por mais quatro.