Policial da ONU é morto em missão de paz em Kosovo

Arquivado em: Arquivo CDB
Publicado segunda-feira, 4 de agosto de 2003 as 11:19, por: CdB

Homens armados abriram fogo contra um carro da Organização das Nações Unidas (ONU) na Província de Kosovo (Sérvia e Montenegro), matando um policial, disseram autoridades da entidade na segunda-feira.

O incidente foi o primeiro a envolver a morte de um integrante das forças de paz internacionais estacionadas na Província depois da guerra de 1999. Os disparos, feitos na noite deste domingo no norte de Kosovo, aumentam as preocupações do Ocidente com a segurança na região, palco de várias ocorrências violentas nas últimas semanas.

A porta-voz da polícia regional da ONU Tracy Becker disse que o veículo policial foi aparentemente obrigado a diminuir sua velocidade devido à presença de pedras em uma estrada que leva à cidade de Leposavic.

— Foi aí que os tiros começaram — afirmou a porta-voz. Ela disse que o incidente aconteceu em uma região de Kosovo habitada majoritariamente por sérvios. Na área há também, segundo a porta-voz, alguns vilarejos com moradores de origem albanesa.

— Essa é a primeira vez que um policial é morto — disse, sem revelar a nacionalidade da vítima.
Kosovo passou para a administração da ONU em 1999 depois de 11 semanas de bombardeio da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) para colocar fim à campanha de repressão contra os albaneses da região. A campanha era realizada pelos sérvios sob o comando do então presidente da Iugoslávia, Slobodan Milosevic.

Duas semanas atrás, uma granada lançada por foguete atingiu um tribunal de Pristina, capital de Kosovo, região majoritariamente albanesa. Nos últimos meses, vários carros de polícia foram danificados. No sábado, homens armados realizaram disparos na cidade de Pec, de maioria albanesa, matando três pessoas.