Queda de avião deixa mortos em Piracicaba

Arquivado em: Brasil, Destaque do Dia, São Paulo, Últimas Notícias
Publicado terça-feira, 14 de setembro de 2021 as 10:36, por: CdB

De acordo com o Corpo de Bombeiros, o avião caiu em uma área verde por volta de 9h próximo à Faculdade de Tecnologia do Estado de São Paulo (Fatec), no bairro Santa Rosa. A aeronave atingiu alguns eucaliptos durante a queda e explodiu em seguida.

Por Redação, com Sputnik e ABr– de São Paulo

Na manhã desta terça-feira, um avião caiu em uma área de vegetação natural em Piracicaba, interior de São Paulo.

Queda de Aeronave de asa fixa pela Cesário Geovanoni Moreti, Piracicaba.

De acordo com o Corpo de Bombeiros, o avião caiu em uma área verde por volta de 9h próximo à Faculdade de Tecnologia do Estado de São Paulo (Fatec), no bairro Santa Rosa. A aeronave atingiu alguns eucaliptos durante a queda e explodiu em seguida.

Além disso, os bombeiros informaram que seis viaturas já estão no local para combater o incêndio que eclodiu.

Vítimas

O Corpo de Bombeiros confirmou que havia quatro pessoas na aeronave, contudo, seu estado de saúde ainda é desconhecido.

O porta-voz dos bombeiros, Major Palumbo, citado pelo portal R7, informou que sete pessoas estão sendo atendidas no local.

Posteriormente, o Corpo de Bombeiros informou que, em decorrência da queda da aeronave, sete pessoas morreram no local.

Empresário, esposa e filhos estão entre as vítimas

O empresário Celso Silveira Mello Filho, a esposa Maria Luiza Meneghel e seus três filhos (Celso, Fernando e Camila) estão entre as vítimas da queda de um avião de pequeno porte, em Piracicaba, no interior de São Paulo, nesta manhã. Além deles, também morreram o piloto Celso Elias Carloni e o co-piloto Giovani Gulo. As informações foram confirmadas pela empresa Cosan, da qual Mello Filho era acionista.

A aeronave executiva, modelo King Air 360, caiu em uma área de vegetação em Piracicaba, por volta das 9h e provocou um incêndio no local. De acordo com o Corpo de Bombeiros todas as vítimas morreram carbonizadas.

Além de acionista da Cosan, Mello Filho era irmão do presidente do Conselho de Administração da companhia, Rubens Ometto Silveira Mello. O grupo Cosan atua nos setores de agronegócio, distribuição de combustíveis e de gás natural e de lubrificantes e logística.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

code