Os agredidos que se manifestem

Por João Guilherme Vargas Netto – Os dirigentes do movimento sindical têm se acostumado a levar porradas (por enquanto metafóricas, felizmente) desde a paralisia da economia, o disparo do desemprego, a deforma trabalhista de Rogério Marinho e as agressões do bolsonarismo.

Continue lendo

A luta em defesa da previdência pública continua

Por Daniel Almeida – O ano de 2019 foi perdido. Os resultados do governo Bolsonaro levam o Brasil a andar para trás. A promulgação da Reforma da Previdência, na terça-feira, representa um dos maiores retrocessos nacionais num dos piores momentos da história brasileira.

Continue lendo

O desespero do Guedes

Por Paulo Kliass – A cada semana que se inicia, o Superministro da Economia se depara com novas dificuldades no seu front de atuação. Aquilo que por esses últimos tempos a grande imprensa tem escancarado como uma enorme surpresa, na verdade era um cenário mais do que previsível. Aquele que foi utilizado como a esperança de que havia afinal alguma coisa de bom no governo do capitão não consegue nem mesmo realizar suas entregas mínimas.

Continue lendo

Orientação e defesa

Por João Guilherme Vargas Netto – Uma semana tumultuada com mistura de boas e más notícias. A conjuntura econômica mantém-se travada apesar dos votos mal intencionados de quem a vê avançar propagandisticamente com passos de tartaruga.

Continue lendo

O que está acontecendo na Bolívia?

Por Ana Prestes – Golpe. A onda de restauração conservadora chegou na Bolívia. Não de forma muito diferente de como tem se manifestado na América Latina desde o Golpe em Honduras em 2009, mas com um componente de violência acentuado.

Continue lendo

Desastre à vista

Por Paulo Kliass – O roteiro já era mais do que conhecido. Depois de aprovada a Reforma da Previdência, o governo passaria imediatamente para a segunda etapa do processo de desmonte de políticas públicas e de destruição do pouco que resta de Estado de Bem Estar Social em nossas maltratadas terras.

Continue lendo

Óleo no mar: mais um exemplo da incompetência do governo Bolsonaro

Por Pedro Luiz Teixeira de Camargo – Quando se pensa que a atual gestão federal não é capaz de mais trapalhadas na área ambiental, mais uma vez somos surpreendidos. Como se já não bastassem as liberações para desmate descontrolado, as confusões internacionais sobre o Fundo Amazônia, os cortes de verba nos órgãos de fiscalização e as queimadas na região Norte, outra surpresa desagradável: o surreal derramamento de óleo no litoral nordestino.

Continue lendo