Rio atinge 82,8% da população com primeira dose de vacina

Os dados são baseados nas informações do painel de vacinação da covid-19 do Ministério da Saúde. Na capital, a campanha seguiu nesta quinta-feira com a vacinação de meninas de 14 anos, além da repescagem da primeira dose para pessoas a partir de 22 anos, gestantes, puérperas, lactantes e pessoas com deficiência a partir dos 12 anos.

Continue lendo

Rio aplica dose de reforço em idosos de 94 anos

De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde (SMS), a dose de reforço será aplicada em quem tomou as duas primeiras na capital e requer intervalo de pelo menos três meses da segunda dose. Serão utilizadas para o reforço as vacinas da Pfizer e da AstraZeneca/Fiocruz, dependendo da disponibilidade.

Continue lendo

Rio: começa a aplicação da dose de reforço em idosos

Também está sendo realizada a primeira dose (D1) em Pessoas com Deficiência (PcD), gestantes, puérperas e lactantes com 12 anos ou mais, além da repescagem para o público a partir de 23 anos, preferencialmente, no período da tarde, e da aplicação da segunda dose (D2), conforme a data estipulada no comprovante da primeira.

Continue lendo