Chamar Bolsonaro de nazista é válido, afirma criador da Lei de Godwin

Arquivado em: Política, Últimas Notícias
Publicado quarta-feira, 17 de outubro de 2018 as 15:34, por: CdB

Godwin afirmou em uma rede social que é aceitável suspender suas próprias palavras ao falar do presidenciável Jair Bolsonaro (PSL). Ele respondeu “sim!” ao ser provocado no Twitter por um seguidor.

 

Por Redação – de São Paulo

 

O advogado Mike Godwin formulou a conhecida Lei de Godwin, em 1990. A obra critica a banalização de analogias nazistas, uma espécie de preguiça intelectual de quem compara o opositor a Adolf Hitler: “Conforme uma discussão online se prolonga, a probabilidade de uma comparação envolvendo nazistas ou Hitler se aproxima de um”.

Godwin, autor de uma tese sobre a classificação do nazismo, concorda que é válido dizer que Bolsonaro é nazista
Godwin, autor de uma tese sobre a classificação do nazismo, concorda que é válido dizer que Bolsonaro é nazista

O intelectual, no entanto, afirmou em uma rede social que é aceitável suspender suas próprias palavras ao falar do presidenciável Jair Bolsonaro (PSL). Ele respondeu “sim!” ao ser provocado no Twitter por um seguidor: “Só pra ficar claro, é ‘Ok’ chamar Bolsonaro de nazi?”. Antes, tinha tuitado a hashtag que simboliza a aversão ao capitão reformado: #EleNão.

“Godwin já havia revogado a própria ‘lei’ ao criticar o americano Donald Trump. Escreveu para o jornal Los Angeles Times artigo em que critica o presidente e diz que a máxima criada por ele não proíbe o paralelo com Hitler”, ressalta a jornalista Anna Virginia Balloussier, em artigo publicado em um dos diários conservadores paulistanos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *