Pesquisa prevê a vitória de Lula no primeiro turno, se eleição fosse hoje

Arquivado em: Política, Últimas Notícias
Publicado sexta-feira, 25 de junho de 2021 as 15:18, por: CdB

De acordo com a pesquisa Ipec, além de Lula e Bolsonaro os demais nomes tidos como potenciais candidatos não ultrapassam dois dígitos. Por exemplo, Ciro Gomes (PDT), teria 7%; João Doria (PSDB), 5%; e o ex- ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta (DEM), com 3%.

Por Redação – de São Paulo

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva supera o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) em 26 pontos percentuais e estaria próximo de vencer em primeiro turno se as eleições presidenciais fossem hoje. Segundo pesquisa do instituto Inteligência em Pesquisa e Consultoria (Ipec), Lula lidera a preferência do eleitorado com 49%, enquanto Bolsonaro aparece com 23%. Ainda segundo a pesquisa, o ex-presidente já aparece com larga vantagem também entre os evangélicos, 41% a 32%, e entre os católicos, 52% a 20%.

Líder do PT, Lula tem uma chance real de voltar ao cenário político em uma nova candidatura
Líder do PT, Lula tem uma chance real de voltar ao cenário político em uma nova candidatura

De acordo com a pesquisa Ipec, além de Lula e Bolsonaro os demais nomes tidos como potenciais candidatos não ultrapassam dois dígitos. Por exemplo, Ciro Gomes (PDT), teria 7%; João Doria (PSDB), 5%; e o ex- ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta (DEM), com 3%.

A consulta foi feita presencialmente, com 2.002 eleitores, em 141 municípios, entre 17 e 21 de junho. Antes, portanto, de estourar o escândalo da compra superfaturada em mais de 1.000% da vacina indiana Covaxin.

Rejeição

Antes, também, de Jair Bolsonaro perder covardemente a estribeira diante de uma jornalista em Guaratinguetá. E, ainda, de o presidente ter uma passagem humilhante pelo Rio Grande no Norte, na véspera, onde chegou a pegar um menino no colo e arrancar-lhe a máscara.

Entre o levantamento anterior e o atual, o Brasil superou 500 mil mortes pela covid-19. O movimento por Fora Bolsonaro realizou protestos gigantes em 29 de maio e em 19 de junho – e há mais um marcado para 24 de julho. E a CPI da Covid passou a levantar fortes indícios de crime de responsabilidade cometidos pelo governo federal.

A pesquisa Ipec traz ainda dados devastadores sobre a rejeição em alta do presidente Jair Bolsonaro, enquanto a de Lula está em baixa. Responderam que não votariam em Bolsonaro de jeito nenhum 62% dos entrevistados, ante 56% que tinham essa opinião no levantamento anterior, em fevereiro. Já o ex-presidente Lula, que tinha 44% de rejeição, agora tem 36%.

Nordeste

Isso porque o instituto verificou também um forte movimento de reprovação de Bolsonaro. De acordo dados do Ipec (instituto criado pela estatística Márcia Cavallari, ex-Ibope), 50% da população acha o governo ruim/péssimo (eram menos de 40% os que pensavam assim há quatro meses). Já o percentual dos que dizem que o governo Bolsonaro é ótimo/bom caiu de 31% para 23%.

O Ipec também apurou se o eleitor aprova ou desaprova a maneira de o presidente governar. Os que aprovam diminuíram de 38% para 30% desde fevereiro, enquanto a taxa de desaprovação foi de 58% para 66%.

No Nordeste, 73% dos entrevistados desaprovam o governo Bolsonaro, que tem maior aprovação no Sul, 36%, mas com desaprovação também forte na região (59%). Além disso, caiu de 36% para 30% os que responderam confiar no presidente. Já os que desconfiam, que antes eram 61%, agora são 68%.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

code