Promotor e servidora do MP são encontrados mortos no Rio

Arquivado em: Destaque do Dia, Polícia, Rio de Janeiro, Últimas Notícias
Publicado terça-feira, 16 de janeiro de 2018 as 12:33, por: CdB

A Polícia Civil acredita que o incidente tenha ocorrido na madrugada anterior, mas ainda não sabe determinar as circunstâncias das mortes

Por Redação, com ABr – do Rio de Janeiro:

O promotor de Justiça Marcus Vinícius da Costa Moraes Leite e a servidora do Ministério Público do Rio de Janeiro Luciana Alves de Melo foram encontrados mortos nesta terça-feira em um apartamento na Barra da Tijuca, na Zona Oeste da cidade do Rio. De acordo com o Ministério Público, havia marca de tiro nos corpos.

Promotor e servidora do MP são encontrados mortos em apartamento na Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio

Segundo o MP, uma arma de fogo foi encontrada no apartamento e não havia indícios de invasão ou assalto.

A Polícia Civil acredita que o incidente tenha ocorrido na madrugada anterior. Mas ainda não sabe determinar as circunstâncias das mortes.

Rio pede que tropas federais atuem no carnaval

O prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella, e o presidente da Riotur, Marcelo Alves, defenderam a presença de forças de segurança federais atuem na cidade durante o carnaval. Ao entrar no assunto na semana passada; durante a apresentação da programação do carnaval; o prefeito disse que “queria fazer um apelo ao governo federal”.

O presidente da Riotur disse que o pedido já foi oficializado e será reiterado pela prefeitura. “É fundamental. A tropa federal esteve na olimpíada; para um evento de 800 mil pessoas. Quando você reúne 6 milhões de pessoas, é mais do que necessário esse apoio federal.”

Agentes privados nas ruas

A prefeitura anunciou ainda que vai contratar uma empresa de segurança privada para atuar; com 3.375 agentes de segurança nas ruas e e na Arena Carnaval Rio 2018; que funcionará no Parque dos Atletas, na Barra da Tijuca.

Segundo Marcelo Alves, os agentes vão trabalhar desarmados e complementar o trabalho da Polícia Militar e da Guarda Municipal. “São agentes de uma empresa que será licitada; para que a gente gere realmente a percepção de segurança nos locais desses grandes acontecimentos.”

Ao divulgar as expectativas para o carnaval deste ano, a prefeitura do Rio de Janeiro disse esperar a participação de de 6 milhões de pessoas nos bailes; blocos e desfiles de escolas de samba programados na cidade. A movimentação deve injetar R$ 3,5 bilhões na economia do município.

A capital Fluminense deve receber nesse período 1,5 milhão de turistas e atingir quase 90% de taxa de ocupação na rede hoteleira.

Marcelo Alves afirmou que o carnaval de 2018 terá público recorde. Segundo ele, o evento conseguiu captar o maior valor em patrocínios da história; com R$ 38,5 milhões que vieram de empresas como a Ambev, a Uber e a Dream Factory.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *