Síria inicia operação contra milícias na cidade de Daraa

Arquivado em: América do Norte, Destaque do Dia, Europa, Mundo, Últimas Notícias
Publicado sexta-feira, 30 de julho de 2021 as 14:10, por: CdB

As Forças Armadas da Síria iniciaram, na quinta-feira, uma operação para neutralizar grupos terroristas que se recusam a depor as armas na cidade de Daraa, no sul do país, informou uma fonte militar síria à agência russa de notícias Sputnik.

Por Redação, com Sputnik – de Daraa

As Forças Armadas da Síria iniciaram, na quinta-feira, uma operação para neutralizar grupos terroristas que se recusam a depor as armas na cidade de Daraa, no sul do país, informou uma fonte militar síria à agência russa de notícias Sputnik.

Síria inicia operação contra milícias na cidade de Daraa, informa fonte militar

Conforme relata a fonte, a operação em curso deverá consistir de vários passos para que se possam reiniciar as negociações de paz.

Exército sírio

“O Exército sírio lançou uma operação militar poucas horas após a violação dos acordos que haviam sido alcançados entre as autoridades, e mediados por órgãos competentes, representantes de certos grupos e anciãos de Daraa al-Balad (centro antigo da cidade). Os acordos implicavam que os grupos armados naquele distrito deporiam as armas e passariam pelo procedimento de reabilitação”, explicou a fonte.

De igual modo, fontes locais em Daraa contaram à Sputnik que o governo colocou presença militar extensiva na cidade. Dezenas de tanques, equipamento blindado, artilharia e centenas de soldados foram enviados para o local.

No início do dia, militantes em Daraa dispararam foguetes contra trabalhadores do Crescente Vermelho que estariam prestando ajuda aos habitantes locais, mas não foi reportada nenhuma vítima.

Ataque a navio israelense

Autoridades marítimas do Reino Unido informaram que o ataque ocorreu na quinta-feira a cerca de 280 quilômetros do porto de Duqm, acrescentando que o incidente não estava relacionado à pirataria.

O Ministério da Defesa britânico declarou que um navio mercante de propriedade israelense havia sido atacado no mar Arábico.

Mais tarde, a empresa dona do navio, Eyal Ofer’s Zodiac Maritime, disse que dois tripulantes, sendo um britânico e outro romeno, morreram no ataque.

O Centro de Operações de Comércio Marítimo do Reino Unido (UKMTO, na sigla em inglês) informou que foi iniciada uma investigação sobre o ataque.

As autoridades de Omã ainda não comentaram o incidente. Vale ressaltar que o país está localizado perto do golfo Pérsico, controlando rotas cruciais para o comércio petrolífero.

Para além disso, a Defesa israelense está verificando se forças iranianas estiveram por trás do ataque a um navio de carga que estava navegando na sexta-feira da cidade portuária de Jeddah na Arábia Saudita com destino aos Emirados Árabes Unidos, escreve agência Reuters citando canal de televisão israelense Channel 12.

A embarcação possivelmente foi atingida por um míssil, informaram fontes anônimas da Defesa de Israel.

Após o ataque, o navio começou a navegar para uma área segura sob escolta naval dos EUA.

Ao longo dos últimos meses, vários incidentes semelhantes ocorreram na área, o que agravou as tensões entre Israel e o Irã.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*

code