Wassef insinua que jornalista tem que morrer se contrariar Bolsonaro

Arquivado em: Política, Últimas Notícias
Publicado sábado, 10 de julho de 2021 as 19:26, por: CdB

“Faça lá o que você faz aqui no seu trabalho, para ver o que o maravilhoso sistema político que você tanto ama faria com você. Lá na China você desapareceria e não iriam nem encontrar o seu corpo”, escreveu o defensor do PM reformado Fabrício Queiroz, escondido em uma de suas propriedades.

Por Redação – do Rio de Janeiro

Em nota, a Federação Nacional dos Jornalistas (Fenaj), o Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Município do Rio de Janeiro e a Comissão Nacional de Mulheres da Fenaj repudiaram a ameaça do advogado Frederik Wassef, contratado pela família do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), à jornalista Juliana Dal Piva. Na véspera, a colunista do portal UOL relatou que Wassef mandou uma mensagem, via WhatsApp, na qual desafia a colunista e deixa implícita uma ameaça à sua vida.

O advogado Wassef indica uma clara ligação com o ex-PM Fabrício Queiroz
O advogado Wassef indica uma clara ligação com o ex-PM Fabrício Queiroz

“Faça lá o que você faz aqui no seu trabalho, para ver o que o maravilhoso sistema político que você tanto ama faria com você. Lá na China você desapareceria e não iriam nem encontrar o seu corpo”, escreveu o defensor do PM reformado Fabrício Queiroz, escondido da Justiça em uma de suas propriedades. As instituições representativas dos jornalistas também cobraram que a Comissão de Ética da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) instaure um procedimento disciplinar contra o seu associado.

Leia, adiante, a íntegra da nota. 

“A Federação Nacional dos Jornalistas (FENAJ), o Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Município do Rio de Janeiro e a Comissão Nacional de Mulheres da FENAJ repudiam veementemente a ameaça do advogado Frederick Wassef à jornalista do UOL, Juliana Dal Piva.

“A jornalista vem desempenhando importante trabalho de investigação e expondo possíveis crimes cometidos por Jair Bolsonaro, com uma série de reportagens e podcast documental, nos quais expôs supostos crimes cometidos pelo presidente da República enquanto Deputado Federal, como a “rachadinha” – apropriação de parte do salário de assessores.

“Não aceitaremos que o presidente e seus apoiadores sigam ameaçando jornalistas e colocando suas vidas em risco. Exigimos dos órgãos responsáveis imediata apuração da ameaça e proteção à jornalista.

“Cobramos também da Comissão de Ética da OAB instauração de procedimento disciplinar contra o referido advogado.

“Basta de ameaças às jornalistas, à imprensa, ao livre exercício do jornalismo e à liberdade de expressão, pilares de qualquer Estado Democrático.

“À jornalista Juliana Dal Piva declaramos nosso irrestrito apoio e solidariedade.

Federação Nacional dos Jornalistas – FENAJ
Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Município do Rio de Janeiro
Comissão Nacional de Mulheres da FENAJ”

Ex-mulher

Com áudios inéditos que obteve, Juliana já demonstrou que Jair Bolsonaro demitiu o cunhado André por descumprir as regras do esquema.

“O André deu muito problema porque ele nunca devolveu o dinheiro certo que tinha que ser devolvido, entendeu? Tinha que devolver R$ 6 mil, ele devolvia R$ 2 mil, R$ 3 mil. Foi um tempão assim até que o Jair pegou e falou: ‘Chega. Pode tirar ele porque ele nunca me devolve o dinheiro certo”, diz Andrea, ex-cunhada de Bolsonaro, sobre o irmão.

Andrea e André são irmãos de Cristina, ex-mulher de Jair Bolsonaro.

Andre implica o coronel da reserva Guilherme Santos Hudson, que chama de “Tio Hudson”, no esquema.

Vida Secreta

“O tio Hudson também já tirou o corpo fora, porque quem pegava a bolada era ele. Quem me levava e buscava no banco era ele. Não é pouca coisa que eu sei não. É muita coisa que eu posso ferrar a vida do Flávio, ferrar a vida do Jair, posso ferrar a vida da Cristina. Entendeu? É por isso que eles têm medo aí e manda eu ficar quietinha. Não sei o que, tal. Entendeu? É esse negócio aí”, disse Andrea em outro áudio.

Andrea é figura chave por ter trabalhado durante duas décadas como funcionária fantasma de Jair, Carlos e Flávio, na Câmara dos Deputados, Câmara dos Vereadores do Rio e Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro.

A série de podcasts A Vida Secreta de Jair traz os bastidores das negociatas do clã Bolsonaro.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

code