Atos golpistas do 7 de Setembro tendem a reunir a nata dos fascistas

Arquivado em: Brasil, Últimas Notícias
Publicado sábado, 28 de agosto de 2021 as 17:13, por: CdB

Até agora, 16 Estados já têm manifestações programadas. Bolsonaro afirmou que comparecerá às manifestações em Brasília e em São Paulo, onde deverá haver maior afluência de seguidores, com diversas caravanas programadas para as duas cidades.

Por Redação – de São Paulo

Os atos golpistas marcados para o próximo dia 7 de Setembro contará, além de policiais militares – da reserva e da ativa, com grupos ligados a organizações neonazistas, evangélicos, ruralistas e caminhoneiros. A adesão acontece em meio aos ataques do chefe do Executivo a ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) e do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), colocando em dúvida o resultado e a realização das eleições.

Organizações nazifascistas reúnem-se, regularmente, em várias regiões do país, e apoiam atos extremistas em solo brasileiro
Organizações nazifascistas reúnem-se, regularmente, em várias regiões do país, e apoiam atos extremistas em solo brasileiro

Até agora, 16 Estados já têm manifestações programadas. Bolsonaro afirmou que comparecerá às manifestações em Brasília e em São Paulo, onde deverá haver maior afluência de seguidores, com diversas caravanas programadas para as duas cidades.

A pauta ideológica nos atos públicos é representada por movimentos como o Nas Ruas e lideranças evangélicas, como o pastor Silas Malafaia. As questões ligadas ao fascismo, no entanto, precisarão dividir espaço com reivindicações mais objetivas, como o pedido de diminuição do preço do diesel por parte dos caminhoneiros.

Retórica

Além da defesa do presidente, organizadores dizem que irão propagar ideias que compõem o ideário bolsonarista – inclusive temas já superados pelo Congresso, mas que continuam na retórica dos apoiadores, a exemplo do chamado ‘voto impresso’.

O impedimento de ministros do Supremo também é citado no âmbito do que chamam de “saneamento das instituições” em um áudio que circula no WhatsApp. Observa-se, contudo, uma estratégia de martelar a palavra “liberdade” como a principal motivadora das manifestações.

1 thought on “Atos golpistas do 7 de Setembro tendem a reunir a nata dos fascistas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

code